Vereadores fazem sessão para discutir regulamentação da Uber em Maceió
   12 de março de 2017   │     21:32  │  3

A Câmara de Maceió realiza na próxima segunda-feira (13/03) uma audiência pública para debater a situação da Uber em Maceió. A discussão, proposta pelo vereador Silvânio Barbosa (PMDB), acontecerá no plenário da Casa de Mário Guimarães, a partir das 9 horas da manhã.

Como já se sabe, a Uber funciona em Maceió de forma precária, sem a devida regulamentação. Por enquanto, uma liminar da justiça impede que os órgãos fiscalizadores apreendam os veículos e notifiquem os condutores. Um cenário que pode mudar a qualquer momento e não podemos fechar os olhos para essa nova realidade que tem gerado muitos conflitos com os taxistas”, afirma Silvânio.

disso, Silvânio deixa claro que não é sua intenção se manifestar favorável a um lado ou a outro, e sim acabar com esse conflito entre as categorias.

O prefeito Rui Palmeira já se mostrou interessado em regulamentar a Uber em Maceió, e o debate com a sociedade, com as autoridades de transporte e trânsito, bem como com os taxistas e motoristas da Uber, será determinante na construção desse processo” justifica.

O que diz a prefeitura

E mas fevereiro, após protestos de taxistas em Maceió, o superintendente da SMTT, Antônio Moura, anunciou que a Prefeitura de Maceió vai elaborar um Projeto de Lei (PL) para regulamentar o aplicativo Uber.

Ainda de acordo com a SMTT, a regulamentação vai permitir uma paridade com os taxistas. O prazo para que esse projeto seja elaborado é de três semanas.

“Quando ele ficar pronto, será enviado para a Câmara Municipal para aprovação”, informou a assessoria.

Conforme a SMTT, desde dezembro do ano passado que o órgão não pode atuar fiscalizando a Uber por conta de uma decisão de caráter liminar da Vara da Fazenda Municipal e por este motivo, surgiu a ideia da criação do projeto de lei.

COMENTÁRIOS
3

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. SEM sobrenome

    Boa iniciativa desse vereador! Pq o que não pode é ficar esse embate entre taxistas e uber’s. Todos tem que pensar em prol da população de Maceió, cabe a câmara juntamente com prefeito regulamentar esses trabalhadores.

  2. Mota

    Não sou a favor ou contra taxistas ou ubistas. Sou favorável ao bom atendimento à população que utiliza Táxi e Uber para se locomoverem com segurança e bom atendimento. Já conversei com várias pessoas que utilizam os serviços do Uber e todos foram unanimes em afirmar que o preço e o atendimento são melhores do que praticam os táxis de Maceió. Não vejo como a municipalidade ir de encontro aos interesses da população. Uber e Táxi vão ter que conviverem amigavelmente em Maceió.

  3. Williams Roger

    O sol nasceu para todos. Ficar refém de uma categoria, q cobra muito caro, sem dar opção para os consumidores, não se sustenta mais. Querem fazer reserva de mercado com concessões públicas. E se o uber é para o benefício do geral. Tem q ter liberdade pra trabalhar.
    Tão desesperados por que a população soube dos altos preços absurdos cobrados pelos taxistas. Lembro- me muito bem, que até os descontos para os clientes, de 40, 30 %, baixaram pra 15%. Sendo assim, tá na cara q só pensam neles. Nem de crise eles querem saber. Aumentaram agora pra 30% de desconto, por causa do uber. Agora é tarde. Mercenários.

Comments are closed.