PSDB e PMDB antecipam confronto de 2018 na eleição da Uveal
   14 de março de 2017   │     14:55  │  0

Os dois maiores partidos de Alagoas da atualidade traçam um “caminho sem volta” para as eleições de 2018. O confronto entre o PSDB e o PMDB se torna a cada vez mais inevitável.

Uma prévia do embate que se espera para 2018 pode ser conferida em torno da eleição para a nova diretoria da União dos Vereadores de Alagoas (Uveal), no próximo dia 25.

A “disputa” pelo comando da entidade vai se dar entre PMDB e PSDB.

Os tucanos decidiram manter a chapa, liderada pelo vereador Diomedes Rodrigues (Pão de Açúcar) e vão para a “briga” com o claro objetivo de evitar a “hegemonia” do PMDB na política local.

Já o PMDB conseguiu unificar três grupos internos, em torno de uma chapa liderada pelo vereador Fabiano Leão (Arapiraca).

“Vai ser o PMDB contra o PSDB”, avisa o vereador Anizío Amorim, o Anizão, de Murici.

Com a disputa “partidarizada”, a temperatura entre os dois partidos se mantém em alta. E por enquanto, não apareceu ninguém que se disponha a colocar água na fervura.

Alguém se habilita?

O que eles dizem

Assim como outros dois pré-candidatos (Edinho e Renildo Calheiros), ele desistiu da disputa em nome do consenso: “Eu retirei minha candidatura para construir o consenso. O melhor nome para este momento foi o do Fabiano Leão, que era de minha chapa. Conseguimos unir o PMDB e outros partidos e devemos vencer por uma boa diferença”, aponta.

Agora é esperar o resultado. A julgar pelo número de vereadores no estado, o PMDB (176) leva vantagem sobre o PSDB (78). Ainda assim, avisa Anizão, o grupo vai correr trecho até o dia da eleição, para conseguir o maior número de adesões possível: “vamos percorrer novamente os municípios em busca de apoio. Nosso compromisso é com o fortalecimento da Uveal”, aponta.

Já o secretário-geral do PSDB de Alagoas, Claudionor Araújo, vê na disputa na Uveal uma tentativa para impedir a “hegemonia” do PMDB na política alagoana: “entramos na disputa porque observamos que a Uveal ficou uma entidade amorfa. Depois apareceram 5 candidatos do PMDB. Respeito muito o PMDB, mas eles tem o governo de Alagoas, que é do PMDB, a Assembleia Legislativa, que é do PMDB, a AMA, do PMDB e eles querem porque querem a Uveal. Nesse caso, a entidade não está sendo representativa dos vereadores, e sim de um grupo político. Os vereadores do partido (PSDB) enxergam desta forma. Por isso entramos nessa luta”, aponta.

fabiano leão x Diomedes