PSDB perde mais um prefeito para a base do governo de Renan Filho
   17 de março de 2017   │     23:13  │  1

O PSDB do ex-governador Teotonio Vilela Filho elegeu o segundo maior número de prefeitos nas eleições municipais de Alagoas em 2016. Os tucanos conquistaram 17 prefeituras e ficaram atrás apenas do PMDB, que elegeu 38 prefeitos.

Agora, passados 5 meses das eleições, alguns prefeitos anunciaram que estão abandonando o ninho e voam para outros grupos.

Depois da confirmação, em primeira mão aqui, de que os prefeitos de Teotonio Vilela e Campo Alegre, respectivamente Joãozinho Pereira e Pauline Pereira vão deixar o PSDB para se filiar ao PMDB no próximo dia 24, mais um prefeito confirmou que está deixando o partido para integrar o grupo do governador Renan Filho.

Trata-se de Renato Filho, prefeito do Pilar, um das novas promessas da política alagoana.

Estivemos em palanques separados no passado, mas decidimos nos unir pelo desenvolvimento de Pilar e de Alagoas”, explica Renato Filho.

Mas, diferente dos irmãos Pereira, ele não vai para o PMDB, em função de questões da política local. Um dos seus adversários nas eleições de 2016, o ex-prefeito Carlos Alberto Canuto, é filiado ao PMDB e não existiria “clima” para os dois na mesma legenda.

Renato Filho vai para um partido da base de apoio de Renan Filho: “vou conversar com governador para decidir qual a melhor legenda, mas a decisão já foi tomada. Vamos marchar juntos com o governador”, disse.

Durante as comemorações dos 145 de emancipação política de Pilar, nessa quinta-feira, 16, Renan Filho deu pistas de que passaria a integrar o grupo do governador em vários discursos, falando que as diferenças ficaram no passado: “nós precisamos estar juntos com o governador para atender as necessidades da população, especialmente os que mais precisam”, disse.

O vice-prefeito de Pilar, Léo Lopes, foi mais direto durante discurso num evento realizado, também nesta quinta-feira, para lançamento do programa Prato Cheio: “vamos marchar juntos com o governador Renan Filho a partir de agora”, afirmou.

Lado a lado

O governador Renan Filho foi o principal convidado do prefeito para as comemorações do aniversário do Pilar e participou de vários eventos ao lado de Renan Filho. Da inauguração de obras, ao lançamento de programas sociais.

Durante os discursos o prefeito mostrou alinhamento com o governador e anunciou prêmios em dinheiro (de até R$ 50 mil) para os melhores alunos e as melhores escolas do município. A estratégia faz parte do governo de Alagoas para melhorar o IDEB no Estado.

Novas baixas

Pelo que apurei, outros prefeitos do PSDB podem tomar o mesmo rumo de Renato Filho, deixando o ninho tucano para se filiar a um partido da base de apoio de Renan Filho. A conferir.

Veja a lista dos prefeitos pelo PSDB em Alagoas em 2016: Água Branca (Zé Carlos), Traipu (Eduardo Tavares), Olho D’Água Grande (Zé Adelson), Porto Real do Colégio (Aldo Popular), Feira Grande (Flávio do Chico da Granja), Arapiraca (Rogério Teófilo), Belém (Paula Santa Rosa), Teotonio Vilela (Joãozinho Pereira), Campo Alegre (Pauline Pereira), Pilar (Renato Filho), Messias (Jarbinhas), Branquinha (Jairinho Maia), Paripueira (Haroldo Nascimento), Barra de Santo Antônio (Emanuella Moura), Porto de Pedras (Henrique Vilela), Novo Lino (Lucia de Vasco) e Colônia Leopoldina (Manuilson Andrade).

Destes, pelo menos mais três estariam de “malas prontas” para mudar de endereço político.

 

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Williams

    Pense em uma mudança,ir para o PMDB,prefeitos limpos com um bom histórico,ter q usar um discurso para defender um governo citado na lava jato,acho q as benesses dada pelo governo não compensam tal mudança,pois a mudança é no perfil do prefeito.

Comments are closed.