Eleição da Uveal segue “barrada” pela Justiça
   4 de abril de 2017   │     18:10  │  0

Marcada para sábado, 25, a eleição para a nova diretoria da União dos Vereadores de Alagoas (Uveal) foi suspensa por liminar e segue sem data definida à espera de uma decisão do Tribunal de Justiça de Alagoas.

Quem deve resolver o “imbróglio” é o desembargador Pedro Augusto de Mendonça Araújo, da 2a Câmara Cível.

A eleição foi suspensa a pedido do vereador Diomedes Rodrigues da Silva Júnior, do PSDB de Pão de Açúcar, que apresentou agravo regimental alegando vício na convocação da eleição. De acordo com os argumentos apresentados à Justiça, a eleição deveria ter sido convocada pelo presidente da Uveal e não por uma comissão eleitoral.

Diomedes Rodrigues pretendia disputar a presidência da Uveal, mas não conseguiu registrar chapa, por não preencher os requisitos estabelecidos pela comissão eleitoral.

A diretoria da Uveal entrou com um recurso e aguarda o julgamento.

O advogado Thiago da Franca Neri explica que o único ponto que constou na decisão da liminar se deu em torno da convocação da eleição: “ele só suspendeu a realização da eleição, por entender que ela deveria ter sido convocada pelo presidente e não pela comissão, mas ele não tinha conhecimento que o presidente tinha autorizado a comissão a praticar este ato”, .

Thiago explica que a Uveal entrou com o recurso, no dia 25 de março, pedindo a reconsideração da decisão do desembargador Pedro Augusto: “caso ele entenda por não reconsiderar, submeta a julgamento na 2a Câmara Cível”, aponta

“Enquanto não há uma definição desse processo, permanece em atuação a atual diretoria”, explica Thiago.

Disputa

A única chapa que teve registro aceito pela comissão eleitoral foi a Unidos Pela Uveal, encabeçada pelo vereador Fabiano Leão, do PMDB de Arapiraca.

A chapa “Por uma nova Uveal”, encabeçada pelo vereador Diomedes Rodrigues, do PSDB de Pão de Açúcar, entrou com um recurso administrativo na Uveal e outro na Justiça, para garantir o direito de manter o seu registro.

A Uveal representa 1,17 mil vereadores de Alagoas e sua eleição chegou a movimentar vários grupos, com o lançamento de pelo menos cinco pré-candidatos a presidente.

A disputa terminou afunilando para um enfrentamento entre PMDB e PSDB.