Depois de críticas a Temer, Renan ganha fôlego “nas ruas”
   5 de abril de 2017   │     23:07  │  1

O líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros, está em rota de colisão com o governo do presidente Michel Temer. No centro da discórdia, as críticas do senador a medidas consideradas impopulares. É o caso do projeto da terceirização, sem salvaguardas para os trabalhadores, e da proposta de reforma da Previdência.

Pelas redes sociais, o senador criticou a proposta de reforma do governo federal, que na opinião dele pune os trabalhadores e o Nordeste.

As críticas levaram o presidente Michel Temer a “vazar” a informação de que teria rompido com o senador de Alagoas. Renan Calheiros, por sua vez, diz que “ainda não” rompeu com o governo, mas tem pressionado por mudanças.

“O Brasil está cobrando que o governo funcione, reclama que o governo está mal escalado, jogando para trás. O governo, como está, parece a seleção do Dunga, queremos a seleção do Tite para dar a orientação”, afirmou Renan.

No fim de semana passado, por exemplo, Renan Calheiros disse que a gestão do peemedebista no Planalto é “errática” e acrescentou que “quem não ouve, erra sozinho”.

Depois das críticas nas redes sociais, Renan Calheiros perdeu espaços no governo federal, mas saiu ganhando “nas ruas”.

“As secretárias do Gabinete do Renan em Brasília estão recebendo ligações do Brasil inteiro parabenizando a atuação do Senador em prol da discussão da reforma da Previdência”, registra o advogado Ricardo Filho, ex-secretário nacional de Irrigação, que foi encontrar o senador nessa quarta-feira, em Brasília.

O deputado federal Paulinho da Força (SD/SP) – dirigente da Força Sindical – também aprovou a posição do senador. Segundo nota do Correio Brasiliense, Paulinho convidou o senador para debater a reforma da Previdência com os trabalhadores e prometeu transformá-lo no “novo menestrel das Alagoas”.

renan e a força

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

Comments are closed.