Apesar do “rompimento” de Renan, RF se mantém aliado de Temer
   9 de abril de 2017   │     19:31  │  1

Em reportagem especial deste domingo, 9, assinada por Leonencio Nossa, enviado especial, o jornal O Estado de São Paulo, avalia as diferenças de posicionamento entre pai e filho. Enquanto o senador Renan Calheiros estaria se afastando do governo de Michel Temer – com um “rompimento” anunciado pelo Palácio do Planalto – o governador Renan Filho tenta manter a aliança com o governo federal.

Pragmático, o governador enfatiza que o governo do Estado não pode prescindir de investimentos do governo federal: “Por que eu deveria abrir mão de duplicar estradas, receber o Minha Casa Minha Vida? Só pelo fato de o senador expressar pontos de vista?”, questionou.

RF vai além: “Aqui (em Alagoas) não há rompimento. Um rompimento definitivo no mesmo partido não é coisa trivial. Tem quem colabora para que não haja. Estou preparado para seguir defendendo o que estou fazendo.”

Veja mais trechos da reportagem:

Para opositores, a versão do senador distante do filho é mera jogada de marketing. Já para aliados, a atuação em campos distintos é uma estratégia do clã. A relação entre os dois é descrita como fria por políticos próximos e, segundo eles, o próprio senador incentiva o filho a trilhar carreira independente. O governador afirma que as duas versões estão corretas.

Nos primeiros anos de governo, Renan Filho levou adiante um ajuste fiscal, nomeou técnicos de fora do Estado e enfrentou a ira de amigos do pai. A conta veio nas eleições do ano passado, quando o PMDB fez 38 das 102 prefeituras alagoanas, mas perdeu para o PSDB em Maceió e Arapiraca, as duas maiores cidades. No Estado, é criticado por ser avesso às articulações de bastidores, característica que é uma das marcas do pai.

Episódios que marcaram as brigas políticas alagoanas, como tiroteios e até paredes da antiga sede do governo “pintadas” de fezes em uma transição, ficaram para trás. Na nova sede, o Palácio República de Palmares, um prédio espelhado e quente em Maceió, Renan Filho se desdobrava na terça-feira para receber romarias de prefeitos. Entre eles o tucano Rogério Teófilo, adversário que derrotou o PMDB nas urnas em Arapiraca.

Em Alagoas, governador Renan Filho adota estilo diferente ao do pai e tenta evitar que crise envolvendo líder do PMDB no Senado respingue no governo estadual.

Veja aqui a reportagem do Estadão

Pragmático, filho de Renan se mantém aliado a Temer

MACEIÓ – Enquanto o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) ganhava o noticiário na semana passada ao elevar o tom das críticas contra o governo Michel Temer, o governador de Alagoas, Renan Filho, primogênito do cacique peemedebista, viajava a Brasília e tentava evitar que a crise envolvendo seu pai respingue nos repasses federais ao seu Estado.

A mudança de postura do líder do PMDB em relação a Temer, ao menos até agora, não ganhou adesão da família. Em Maceió, Renan Filho tenta fugir das polêmicas do pai e manter a boa relação com o governo, além de se concentrar nas articulações para a sua reeleição.

Leia aqui na íntegra:

http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,pragmatico-filho-de-renan-se-mantem-aliado-a-temer,70001732228

Tem mais.  O Estadão também passou por Murici, terra dos Calheiros. Veja:

Murici, terra de Renan Calheiros, vê ‘fuga’ de moradores

Cidade ganhou centro tecnológico, postos da Previdência e da polícia, mas não se recuperou de longa estiagem e do sumiço de empresas por causa da crise

Leis na íntegra:

http://politica.estadao.com.br/noticias/geral,murici-terra-de-renan-calheiros-ve-fuga-de-moradores,70001732229

 

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

Comments are closed.