Mais de R$ 100 milhões até abril: Governo de Alagoas volta a pagar dívida com União
   3 de maio de 2017   │     17:40  │  1

O governo de Alagoas voltou a pagar os serviços da dívida com a União desde janeiro deste ano. As parcelas são crescentes. Começaram em 5% e vão crescendo 5 pontos percentuais a cada mês até atingir o equivalente a 100% – o que deve acontecer em meados de 2018.

Não é só. O Estado continua pagando – sem interrupção desde o ano passado – dívidas internacionais e com bancos, a exemplo do BNDES.

Em 2016 o pagamento da dívida com a União foi suspenso em maio. Ainda assim o Estado pagou, no ano passado, R$ 432,7 milhões do serviço da dívida, sendo R$ 136,7 milhões de juros e encargos e R$ 295,9 milhões de amortização.

Este ano, a julgar pelo ritmo dos pagamentos, o desembolso será maior.

De janeiro de 2017 até agora o Estado já pagou cerca de R$ 107 milhões de serviço da dívida, sendo R$ 42,5 milhões de juros e R$ 64,4 milhões de amortização.

Os pagamentos são crescentes. Em abril já foram pagos R$ 17 milhões e o governo ainda deve transferir, nesta sexta-feira, mais R$ 20 milhões para o pagamento da dívida com a União.

Vai apertar mais

O secretário da Fazenda de Alagoas, George Santoro, avisa que o governo deve fechar 2017 com pagamentos de pelo menos R$ 600 milhões do serviço da dívida. “Vamos pagar mais do que em 20186, no entanto o caixa deve apertar bem mais em 2018, quando voltaremos a pagar a dívida integralmente”, pondera.

A volta do pagamento da dívida, no entanto, já está dentro da previsão orçamentária da Fazenda: “é por isso que precisamos continuar controlando ao máximo as despesas e fazendo um grande esforço para aumentar a arrecadação”, diz Santoro.

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Fernando

    Só enrolação para não dar o reajuste dos servidores… Esse é o governo das falsas esperanças…

Comments are closed.