Biu ataca RF pela crise no HGE; assessor reage: “porque ele não faz nada pela saúde de Maceió?”
   17 de agosto de 2017   │     10:03  │  0

As dificuldades do HGE são as mesmas de sempre. De superlotação de pacientes a falta pontual de medicamentos ou material de trabalho.

As vezes a situação se agrava, como aconteceu na última semana, logo após uma operação da PF que investiga irregularidades na Secretaria de Saúde.

Uma reportagem, exibida em um telejornal local, no último dia 11, motivou críticas do senador Benedito de Lira (PP) ao governador Renan Filho pela crise no HGE.

“O que está acontecendo nos hospitais públicos de Alagoas é triste e lamentável. No HGE e na Maternidade Santa Mônica, a situação é deplorável. De que adianta o governador prometer construir novos hospitais, se não consegue manter os atuais hospitais?”, questionou o senador em texto distribuído com a imprensa.

Um assessor próximo do governador Renan Filho não gostou do que disse Biu de Lira e enviou um texto ao blog, “com uma resposta à altura”.

Ele pede para não ser identificado, para que o “imbróglio” não respingue no Palácio dos Palmares.

Mas, vai aí o que ele escreveu:

“O senador Benedito quer usar o mandato para trabalhar contra Alagoas? O que ele sabe fazer é apenas reclamar? Já que o ministro da saúde é do partido dele, por que ele não se ocupa ajudando a liberar recursos para as ações do governo, a favor do povo de Alagoas? Faz é o contrário, torce contra os investimentos, como o Hospital Metropolitano, o Hospital da Mulher, Hospital do Norte e as UPAS que o Estado abriu, além da casa do coraçãozinho e dos novos serviços no HGE. É essa velha política, carcomida, invejosa, ultrapassada, que Alagoas precisa aposentar”, cutuca.

O assessor continua:

“O tempo hoje é de quem reconhece os compromissos que assumiu e trabalha para cumpri-los. Gente como o governador, que sonha e constrói um estado diferente, que está virando uma página pra colocar Alagoas em outro patamar. Aliás, dando bom exemplo ao Brasil na segurança, na educação, na saúde, na infraestrutura. O senador Biu virou só um mau exemplo”.

Por fim, ele cobra ação do senador na Saúde de Maceió: “Se há divergência política com o governador e não quer ajudar a saúde do estado por que o Biu não ajuda a saúde de Maceió resolvendo o problema do PSF? O senador deveria aproveitar que tem um ministério “nas mãos” para melhorar a cobertura da atenção básica da capital que contribui significativamente para a superlotação do HGE”.

Veja aqui o release distribuído pela assessoria de Benedito de Lira, nessa terça-feira,15:

Benedito de Lira fala sobre recuperação do Hospital do Açúcar e responsabiliza governo de Alagoas pela situação do HGE

Benedito de Lira comemora recuperação do Hospital do Açúcar, onde os pacientes do SUS estão sendo chamados para consultas.

Senador diz que injeção de 6 milhões de reais feita pelo Ministério da Saúde deu vida nova ao Hospital do Açúcar.

Em Brasília, o senador assistiu a reportagem do repórter Thiago Correia, na TV Pajuçara, e disse estar estarrecido com a situação no HGE. Servidores denunciam que a situação está se agravando e começam a faltar materiais básicos como seringas e luvas.

Benedito de Lira responsabilizou o governador Renan Filho pela situação e disse que não adianta anunciar novos hospitais se o governo de Alagoas não dá conta de manter o HGE e a Maternidade Santa Mônica com condições mínimas de funcionamento.

“O que está acontecendo nos hospitais públicos de Alagoas é triste e lamentável. No HGE e na Maternidade Santa Mônica, a situação é deplorável. De que adianta o governador prometer construir novos hospitais, se não consegue manter os atuais hospitais?”