Moradores da Jatiúca acusam prefeitura de inaugurar obra paga eles; Secom nega
   18 de agosto de 2017   │     23:20  │  6

A polêmica ganhou força nas redes sociais. Ao ver reportagem na TV, nessa sexta-feira, sobre a inauguração do “primeiro pomar urbano” pelo prefeito de Maceió, moradores do condomínio Villa Del Mare, na Jatiúca, espalharam mensagem de protesto pelo wattsapp.

“Nós moradores do Villa Del mare tiramos o lixão, pagamos cada morador $160,00, cercamos e plantamos, pintamos os pneus e a Prefeitura de Maceió fez a maior festa hj pela manhã em frente ao meu prédio! 😱😱😱😱 Eles pintaram apenas a cerca! Como diz o ditado: trepar com o C… dos outros é bom!!!! Olhem as fotos!!!! Conseguimos mudas e plantamos. Saiu na TV como obra do município!!!”

No meio do imbróglio está o primeiro pomar urbano de Maceió, implantado no canteiro da Avenida Luiz Ramalho Castro, na Jatiúca, que foi inaugurado pelo prefeito Rui Palmeira, acompanhado de secretários e assessores nesta sexta-feira (18). A área, antes, era um terreno baldio. Os moradores alegam ter gasto para limpar o local, plantar e cercar o terreno.

Em texto, a Secretaria de Comunicação de Maceió admite que os moradores tiveram uma iniciativa, sim, não atribuiu o projeto a prefeitura: “Antes, houve uma tentativa dos moradores de manter o local limpo, sem sucesso. Foi necessária a intervenção do poder público e com isso, nós iniciamos a implantação de uma cerca de bambu, totalmente sustentável, que fará a delimitação do espaço do plantio de mais de 10 tipos de árvores frutíferas”, acrescentou o secretário Gustavo Acioli, da Semds.

Segundo os moradores, no entanto, o local recebia lixo todos os dias, de carroceiros. E a Prefeitura só fazia o recolhimento à noite, apesar das constantes reclamações, como comprovam ofícios encaminhados para a Prefeitura denunciando o abandono da área – que nunca tiveram, segundo eles, respostas.

Em texto, a Secom de Maceió contesta e diz que o projeto foi viabilizado em parceria com os moradores da região. O material da Secom não informa, entretanto, o valor investido pela Prefeitura para execução da obra.

Em nota, prefeitura contesta informação (Atualizando, 19 de agosto às 13h00).

A Secom Maceió enviou a seguinte nota:

O primeiro Pomar Urbano de Maceió foi viabilizado por meio de um projeto da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável (Semds), em parceria com moradores da região. O local, que antes era tomado por lixo, foi cercado pela população com estacas de concreto e arame farpado, e havia árvores já plantadas que foram conservadas.

Como se tratava de um ponto de lixo crônico já mapeado pela Prefeitura de Maceió, o Pomar foi planejado para, além de acabar com o descarte irregular, revitalizar o espaço com o plantio de árvores frutíferas. Um trabalho de educação ambiental foi realizado no local, contando com o envolvimento dos moradores e de crianças de três escolas da região, que colaboraram com o plantio de mais de 40 mudas de árvores frutíferas.

Na última semana, a equipe do setor de Parques e Jardins da Semds trabalhou na região para adequar o espaço ao plantio, contando com a limpeza e a aplicação de camadas de compostagem e placas de grama.

No lugar do arame farpado – material retirado e devolvido em rolo aos moradores por não ser adequado a espaços públicos, o Pomar recebeu uma estrutura de bambu e madeira, mantendo as estacas de concreto. No local, houve ainda a substituição das luminárias dos dois postes, que em breve serão modificadas para Iluminação de LED.

O Pomar vai ser estendido em parceria com os moradores para os demais canteiros da avenida e faz parte do projeto Planta Maceió, que foi criado pela Prefeitura para incentivar a arborização com o apoio dos maceioenses, os atores principais de iniciativas baseadas na educação ambiental. Todo o material utilizado foi cultivado pela Prefeitura no Viveiro do Parque Municipal de Maceió, incluindo as mudas das árvores frutíferas e os bambus.

 

Versão oficial

Veja o texto distribuído pela Secom de Maceió:

Rui Palmeira entrega primeiro Pomar Urbano de Maceió

O prefeito Rui Palmeira entregou, nesta sexta-feira (18), o primeiro Pomar Urbano de Maceió. O projeto piloto foi estruturado no canteiro central da Avenida Luiz Ramalho Castro, no bairro de Jatiúca, em uma área até então utilizada para o descarte irregular de resíduos.

O Pomar é uma realização da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável (Semds) e será levada para outras parte da cidade. “Assim como fizemos a horta urbana, no Benedito Bentes, estamos lançando o primeiro pomar urbano da cidade de Maceió, em uma área que sofria costumeiramente com o descarte irregular de lixo. Esperamos acabar com esse tipo de descarte e dar mais uma opção de lazer para a comunidade, além de conscientizar a nova geração sobre o desenvolvimento sustentável, fazendo com que as crianças também participem do plantio das mudas”, detalhou o prefeito.

Leia aqui, na íntegra: http://www.maceio.al.gov.br/2017/08/rui-palmeira-entrega-primeiro-pomar-urbano-de-maceio/

COMENTÁRIOS
6

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Lima

    Segundo o NOBRE prefeito falou que só colocaria técnicos para ficar à frente das secretarias, e do porque colocar um promotor de justiça a frente da saúde? Realmente a saúde regrediu muito mais depois que o Sr José Tomás Nonô assumiu. Que nunca andou na realidade nesse 4vanos e 8 meses.

  2. Lima

    Como sempre plagiando as ideias dos outros, assim como os pardais que geram dinheiro principalmente. Gestão INERTE e sem compromisso com o povo, porque sr prefeito não visita os postos de saúde para você ver de perto o caos que se instalou nas unidades? Ah….sr prefeito!

  3. Tony

    Não é a primeira vez que a Prefeitura de Maceió aproveita a iniciativa popular para usufruir politicamente.

    Algumas praças localizadas na periferia da Capital foram adotadas pelos moradores, principalmente pelos que mora nas redondezas e durante a campanha, o prefeito apresentava como uma ação do poder público municipal em prol da comunidade.

    É fato que a Prefeitura de Maceió recuperou algumas praças, mas não mantém suas equipes nas manutenções necessárias, e hoje, são verdadeiros lixões e totalmente escuras.

    Quem escuta rádios, principalmente a programação jornalística, já deve ter ouvido várias reclamações sobre o abandono público nas áreas de lazer da Capital Alagoana.

  4. Richard Santos

    Tá igualzinho ao teu para o RF q faz uma festa inaugurando as pistas feitas pelo DNIT, kkkkkkkkkk

  5. Edson

    Rui Palmeira precisa fazer urgentemente uma mudança no seu secretariado. Está muito mal assessorado e isso é sinal de decadência politica e administrativa. Se cuida Rui que sendo candidato ou não, em 2018 o pau vai cantar e não será pouco.

Comments are closed.