Lessa avisa que não é candidato ao governo e está a um passo de aliança com RF
   22 de agosto de 2017   │     22:32  │  2

Com o nome bem avaliado em pesquisa para todos os cargos, Ronaldo Lessa pode ser candidato a tudo em 2018 – menos ao governo.

“Existe sim, em função do projeto nacional, uma vontade do partido em lançar um candidato a governador em Alagoas, mas eu não tenho essa disposição. Quero continuar servindo Alagoas, mas em outro posto, não mais como governador”, aponta o deputado federal e presidente do PDT em Alagoas.

Por princípio, Lessa vai disputar a reeleição – mas não descarta uma disputa ao Senado. Coordenador da bancada federal, com bom trânsito em diferentes grupos políticos, Lessa tem sindo lembrado para uma chapa majoritária tanto no grupo do prefeito de Maceió, Rui Palmeira (PSDB) quanto no grupo do governador de Alagoas, Renan Filho (PMDB).

Seu nome também é lembrado para formação de uma terceira força. Mas, no atual cenário, o mais provável, é que Lessa caminhe para uma aliança com o grupo de Renan Filho.

A executiva do PDT também vai avaliar, na próxima sexta-feira, se avaliza a participação do partido no governo do estado.

“Se for liberado, eu poderei conversar com o governador (Renan Filho) sobre essa possibilidade, se for do interesse dele, claro”, adianta o presidente do PDT.

No quadro atual, o PDT de Alagoas deve priorizar a aliança com o governo de Renan Filho – especialmente por conta da posição em relação ao presidente Michel Temer.

Resta saber como será vista a eventual ida do partido para a base do governador pelo grupo de Rui Palmeira.

Em princípio, o PDT pode ficar na prefeitura e no governo ou, dependendo das “conversas”, só no governo.

O próprio Lessa tem dito que está disposto e considera natural a aliança, mas não sabe como irá reagir o grupo de Rui Palmeira.

COMENTÁRIOS
2

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Edson

    Nenhum líder politico pode afirmar que é ou não candidato a qualquer que seja o cargo. Ronaldo Lessa é uma liderança do seu Partido e deverá estar sempre na linha de frente e sempre a disposição do Partido, seja qual for o cargo.

    Até as eleições de 2018, muita água passará por baixo da ponte e tudo poderá acontecer. Infelizmente, guardam as podridões para serem lançadas durante o período pré-eleitoral e já começaram a cutucar a administração de Rui Palmeira com denúncias de rombo de mais de R$ 100 milhões na Secretaria de Iluminação Pública de Maceió, hoje comandada pelo PR do ministro Maurício Quintella Lessa.

Comments are closed.