Agora é oficial: PDT autoriza conversa entre Ronaldo Lessa e Renan Filho
   29 de agosto de 2017   │     19:00  │  0

Ronaldo Lessa já avisou: pode ser candidato a tudo em 2018 – menos ao governo. Bem avaliado, o coordenador da bancada federal de Alagoas também tem convites para formar palanques em diferentes grupos. Pode fechar coligação com os grupos de Renan Filho ou Rui Palmeira e até liderar uma terceira via.

Ronaldo Lessa (PDT), no entanto, dá cada vez mais sinais de que deverá fechar mesmo é com o governador Renan Filho, eventual candidato à reeleição no próximo ano.

A reunião a executiva estadual do PDT, no final de semana, definiu a entrada no partido do grupo de Kátia Born, que rompeu com o PSB: “Kátia vem para somar, para fortalecer o PDT”, resume Lessa.

Quanto as conversas sobre uma eventual aliança com Renan Filho, Lessa já foi autorizado, pela executiva nacional. Ainda assim, seguindo recomendação da executiva estadual, ele acredita que é melhor esperar um pouco mais.

A Câmara dos Deputados deve votar nos próximos dias a reforma política – que de reforma, na avaliação de alguns parlamentares, não tem nada – ou quase: “está mais para um simples reparo na lei”, descontrai o coordenador da bancada federal de Alagoas, Ronaldo Lessa

Seja reparo ou reforma, o PDT de Lessa decidiu esperar o “monstrengo” para decidir sobre a aliança com o governo de Renan Filho. “Com as regras eleitorais estabelecidas, vamos conversar com o governador sobre essa possibilidade”, diz Lessa.

Nos bastidores, no entanto, a aliança de Lessa e RF já é apontada como certa. Os dois, no entanto, costuram esse acordo com toda a paciência que o momento requer.