“A batalha final”: pelo Twitter, Renan e Dallagnol discutem papel do MP na política
   28 de novembro de 2017   │     23:36  │  0

Renan Calheiros (PMDB-AL) usou a conta no Twitter para comentar declarações de procuradores do Ministério Público na Lava Jato de que a “batalha final será em 2018”.

O senador reproduziu reportagem em Dalton Dallagnol defende mobilização dos eleitores e cutucou: “A declaração de que “a batalha final será em 2018”, confirma que muitas investigações são políticas, sem provas, com delações encomendadas e objetivos pré-determinados. Daí os arquivamentos”.

A réplica de Dallagnol também veio pelo Twitter: “Está errado senador. A declaração de que 2018 é a batalha final da Lava Jato confirma que lideranças corruptas são incapazes de fazer reformas anticorrupção, que precisam perder o foro para ser responsabilizados e que continuam a ameaçar a Lava Jato”.

Na tréplica, ainda no Twitter, Renan respondeu: “ Está errado, procurador! Já temos uma legislação avançada contra a corrupção, tiramos o Ministério Público do papel. O que precisamos é evitar abusos e generalizações. Afinal, a natureza humana é diversa. Dallagnol talvez não seja igual a Janot ou a Miller…”.

Essa batalha, ao que parece, vai continuar. E não só pelo Twitter…