Palácio nega oferta de Secretaria da Mulher ao PT: “quem define é o governador”
   6 de dezembro de 2017   │     17:15  │  0

Fábio Farias confirma a realização de três encontros formais com a direção do PT em Alagoas, com participação de Ricardo Barbosa e Joaquim Brito – entre outros – para discutir a participação do partido na aliança que dá sustentação ao governo.

O retorno do PT à base de Renan Filho, dado como certo, foi aprovado em reunião do diretório estadual do partido no último dia 31 de outubro.

Não houve, nestas reuniões, a discussão de cargos, garante o secretário.

“Quem vai definir o espaço do PT é o governador. Em nenhum momento oferecemos a Secretaria da Mulher, que vem sendo muito bem conduzida pela secretária Cláudia (Simões), nem sugerimos dividir a pasta com o PTdoB, até porque não acreditamos que seja possível dividir órgãos com partidos diferentes”, pondera Fábio Farias.

O secretário diz que o PT pediu a Educação, mas que todos sabem que é pouco provável que seja atendido, até porque a Educação vem sendo muito bem conduzida pelo secretário e vice-governador Luciano Barbosa.

Afora isso, tudo vai depender de uma conversa dos dirigentes do partido com o governador, que deve acontecer na próxima semana, após o retorno de Renan Filho da viajem que está fazendo à Colômbia, à convite da ONU.