Governador começa ‘reforma’ política e nomeia Galba para o Procon
   12 de março de 2018   │     13:14  │  1

O Diário Oficial do Estado trouxe, na edição desta segunda-feira, 12, a nomeação do vereador Galba Netto (MDB) como diretor-presidente do Procon (Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor de Alagoas).

A nomeação do vereador, que é filho do deputado estadual Galba Novaes (MDB) consolida a estratégia de manter na chapa do MDB os atuais deputados e ainda abre vaga para a suplente de vereadora Ana Hora (PSD), que é esposa de outra nome conhecido na política alagoana, o empresário Ferreira Hora.

O movimento político com a nomeação do vereador sinaliza que o Palácio dos Palmares começou a trabalhar a ocupação de cargos do primeiro e segundo escalão de olho nas eleições de outubro. Mias do que isso, sinaliza o início da ‘reforma’ política no governo do Estado.

Partidos e lideranças devem confirmar a participação na base de Renan Filho com a manutenção ou indicação de cargos para o governo.

Algumas mudanças são esperadas para os próximos dias em função do processo eleitoral. Luciano Barbosa deixa a Educação. A Pasta, uma das mais cobiçadas nos meios políticos, pode ir parar nas mãos de Maurício Quintella ou João Henrique Caldas.

Afora isso, devem mudar as secretarias de Esportes e de Ciência e Tecnologia, podem mudar na medida que seus titulares (Cláudia Petuba e Régis Cavalcante) também devem deixar os cargos para disputar as eleições, assim como vice-governador Luciano Barbosa.

A tendência é que o governador mantenha o atual arranjo político, que acomoda a base do governo na Assembleia Legislativa de Alagoas, os deputados federais Carimbão, Ronaldo Lessa, Marx Beltrão, Nivaldo Albuquerque e Rosinha da Adefal.

Mudanças no primeiro e escalão serão feitas, no máximo, para contemplar deputados federais que também integram a aliança, mas ainda estão sem indicações no governo – a exemplo dos deputados Cícero Almeida e Paulão – ou para acomodar novos “reforços”, que podem vir de grupos como o de Maurício Quintella e JHC.

As mudanças devem ganhar força até o próximo dia 7 de abril, quando a janela partidária se fecha.

 

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Mota

    Hoje, em Rio Largo, corre o boca a boca que Rui Palmeira não será candidato ao governo ou a qualquer outro cargo. Vai terminar seu mandato de prefeito de Maceió e disputar o senado federal em 2022. Segundo se fala a boca miúda, todas as pesquisas encomendadas pelo PSDB, apontam a derrota de Rui, seja disputando o governo, seja disputando o senado.

Comments are closed.