Flávia Cavalcante vai disputar vaga de estadual em chapa que “elege seis”
   14 de abril de 2018   │     19:44  │  3

Um outro “mistério” acaba de ser desfeito na política alagoana. Flávia Cavalcante deixou mesmo o MDB e vai disputar a eleição por uma chapa que promete eleger seis deputados estaduais.

Ex-deputada estadual, com passagem recente pela presidência do Procon, Flávia, anunciou filiação ao PRTB.

Ela entrou na “vaga” de David Maia. Apesar de ter feito parte do grupo de estaduais do partido por mais de um ano, chegando a vetar inclusive a filiação de nomes ao partido, Davi terminou permanecendo no DEM e vai disputar a eleição numa coligação que deve incluir PP e PSDB.

A chapa do PRTB, avisa o presidente do partido, Adeilson Bezerra, vai eleger seis estaduais. Ele chegou a fazer uma aposta com um amigo e diz que vai ganhar: “ele disse que vai eleger cinco e eu seguro que é seis e vocês vão ver que vou ganhar a aposta”, enfatiza.

A chapa do PRTB realmente promete. Além de Flávia Cavalcante, ao menos outros 5 pré-candidatos são ex-deputados estaduais: Alves Correia, Jeferson Moraes, Jota Cavalcante, Pastor João Luiz e Marcos Ferreira. A chpa tem ainda ex-prefeitos, a exemplo de Breno Loureiro, Marcos Madeira e James Ribeiro, além de nomes como Jenivaldo Primo, Felipe Holanda, Rodrigo (Zé de Dorinha), André Monteiro, Ze Luiz, Breno Albuquerque, Valter Coutinho, Luiz Pedro, Ferreira Hora e Gilmar Nobre.

Um detalhe, aponta Bezerra, é a força da chapa na zona norte de Alagoas: “além da Flávia, que tem forte liderança na região, temos os ex-prefeitos de Japaratinga e Maragogi. Nossos candidatos serão os mais votados na zona norte”, avalia.

COMENTÁRIOS
3

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Antônia

    Com todo respeito aos profissionais, mas policiais militares podem reclamar de tudo, menos de que não são valorizados: um soldado em início de carreira tem hoje o salário de quase R$ 3.600,00 , fora os extras na Força Tarefa, vencimentos bem acima de várias carreiras que exigem nível médio. Só como exemplo, um técnico do Tribunal de Justiça ou do MP, carreira também de nível médio, tem salário inicial em torno de R$ 2.500,00.

    Um soldado de Polícia Militar de Alagoas está com salário bem acima da média de vários outros Estados.

    Pessoal, vamos ter bom senso, a PM tem um quadro muito numeroso, que causa bastante impacto financeiro, e além do mais, cada categoria tem o seu nível de complexidade e escolaridade exigidos, senão daqui a pouco vão querer ter salário de desembargador!

  2. jose

    O cidadão está preso acusado de corrupção, foi presidente por dois mandatos e mais, elegeu uma presidente que nunca foi eleita nem para síndica de prédio e mesmo assim tem a preferencia da maioria da população diante dos candidatos que se apresentam até agora,

    O Brasil não tem homens ou mulheres de bem que reúna condições de ser confiável, mesmo com mais de 90 milhões de eleitores!.

Comments are closed.