Institutos de pesquisa “escondem” candidatos de Bolsonaro em AL
   29 de abril de 2018   │     13:04  │  1

Já se viu nome de tudo que é candidato ao governo e ao Senado nas pesquisas realizadas pelos institutos eleitorais em Alagoas. Só para lembrar, Rui Palmeira, Rodrigo Cunha, JHC e Mário Agra foram alguns nomes testados. O que eles tem em comum? Nunca disseram, até agora que vão disputar o governo contra Renan Filho.

Estranhamente o único pré-candidato declarado ao governo, Josan Leite, do PSL, o “partido do Bolsonaro”, nunca foi incluido em nenhuma destas pesquisas.

O mesmo “fenômeno” tem acontecido com o pré-candidato do PSL ao Senado, o policial federal Flávio Moreno.

Seria uma mera falha ou medo? Moreno, aliás, tem estranhado porque os institutos que estão realizando pesquisas eleitorais em Alagoas – ainda que não registradas –  não estão incluindo nos levantamentos nem seu nome, nem o de Josan.

“Na última enquete on line apareci com 9%. Com a saída de Gaspar já devo ter subido de posição. Acho que estão com medo de nos incluir nas pesquisas”, cutuca Moreno.

Com a palavra Falpe, Ibrape e os demais institutos de pesquisa que atuam em Alagoas.

Enquetes

Moreno avisa que neste final de semana vai circular uma enquete tanto para o Governo e Senado, com os nomes dos pré-candidatos do PSL Alagoas de Bolsonaro.

O desempenho de Moreno nas enquetes (realizado pela Federalnews), até agora, tem surpreendido o próprio pré-candiadto: “os meus números na enquete, com empate técnico na segunda posição, já devem fazer alguns caciques de Alagoas dormir de fraldas”, cutuca.

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

Comments are closed.