Seminário apresenta Renovabio em AL, programa que pode “salvar” usinas
   21 de maio de 2018   │     20:34  │  0

Aprovada em dezembro de 2017, a Política Nacional de Biocombustíveis – RenovaBio vem sendo chamando por alguns produtores de Alagoas de “novo proalcool”, programa que incentivou a produção de álcool no Brasil, a partir da crise mundia do petróleo nos anos 70.

O Renovabio surge surge como uma grande oportunidade para todo o setor sucroalcooleiro nacional e de Alagoas. Para atender as suas metas, vamos precisar dobrar a produção de etanol no país nos próximos anos”, aponta Pedro Robério Nogueira, presidente do Sindaçúcar-AL.

Vale lembrar que durante o Proalcool o setor sucroalcooleiro de Alagoas viveu sua maior fase de expansão, com a construção de novas usinas e destilarias.

Agora, se o Brasil voltar a aumentar a produção de etanol, Alagoas vai junto, avisa o presidente do Sindaçúcar-AL: “é uma renovação das nossas esperanças, especialmente agora que atravessamos a maior crise do setor. É importante ressaltar que nossas usinas também vão precisar aumentar a produção do biocombustível, o poderá abrir um novo ciclo de prosperidade na agroindústria canavieira alagoana”.

Nesta terça-feira, 22, o setor produtivo de Alagoas terá a oportunidade de conhecer melhor o Renovabio no “Seminário Biomassa Energética e Sustentabilidade”. O evento será realizado na sede da Federação de Agricultura e Pecuária de Alagoas (Faeal), a partir das 8h30.

O presidente do Sindaçúcar-AL, Pedro Robério Nogueira, será o moderador do painel de abertura intitulado “RenovaBio: programa nacional de biocombustíveis”.

Durante o painel, serão realizadas palestras sobre os temas: “Contribuições do RenovaBio para os setor sucroenergético”, que será proferida por Antonio de Pádua, diretor técnico da Unica e um dos maiores especialistas no tema e “RenovaCalc: calculadora para a comprovação do empenho ambiental” realizada por Marília Matsuda, pesquisadora da Embrapa Meio Ambiente.

O evento

O seminário, que é promovido pela Embrapa em parceria com o Governo de Alagoas, terá ainda, a partir das 14h, o painel “Uso sustentável dos resíduos da cana-de-açúcar: quanto da palha deve ser deixado no campo?”, que terá como moderador Luiz Magno Brito, engenheiro químico da Usina Caeté, contando ainda com o case: “Granbio: soluções para transformar biomassa em bioenergia” que será apresentado por José Antonio Bressiani, diretor Agrícola da Granbio.

Contando com quatro painéis e 13 palestras, o evento, que acontece das 8h às 17h, terá o objetivo de difundir resultados de pesquisas e identificar oportunidades para alavancar o aumento da produção e a eficiência no uso da biomassa em processos de geração de energia.

Saiba mais

Renovabio: surge uma nova esperança para o setor sucroalcooleiro de Alagoas

http://edivaldojunior.blogsdagazetaweb.com/2017/12/13/renovabio-surge-uma-nova-esperanca-para-o-setor-sucroalcooleiro-de-alagoas/