Novo bloco promete disputa para o governo de AL: “vai ter chapa”
   10 de julho de 2018   │     22:43  │  1

O novo bloco partidário formado em Alagoas foi apresentado na segunda-feira, 9, na sede estadual do PSB, em Maceió. O grupo reúne, na largada, seis partidos (PSB, PTC, PSDC, PSC, PPL e Patriotas) em torno de uma coligação proporcional que pretende eleger dois deputados federais e quatro deputados estaduais. Mas não vai ficar só por aí.

A frente alagoana do bem, como gosta de chamar um dos sues articuladores, também terá candidatos para disputar o governo e o Senado. “Vai ter chapa”, avisa João Caldas, presidente do PSC em Alagoas e pré-candidato a senador.

Após a apresentação dos pré-candidatos proporcionais, as articulações avançam rapidamente. “Já estamos conversando com outros partidos e o grupo será ampliado. Teremos nomes para fazer frente ao grupo do governo”, avisa Caldas.

As conversas envolvem outras legendas, inclusive partidos que estão na base do governo. “Poderemos reunir mais de dez partidos, com condições de eleger até quatro deputados federais e de disputar com força as majoritárias”, adianta Caldas.

Durante a apresentação do novo bloco, o deputado federal JHC (PSB), falou e nome do grupo e disse que “o objetivo é oferecer oportunidades de escolhas diferentes para a população, para que a sociedade olhe para o novo e deixe o antigo de lado”.

Presidente do PTC, Célia Rocha, registrou o evento nas suas redes sociais: “participei, em Maceió, de uma grande reunião com lideranças de seis partidos – PTC, PSB. PSDC, PSC, PPL e Patriotas. Fiquei muito animada com o que foi discutido. Tenho certeza que essa união, que estava sendo construída já há algum tempo, será muito importante para eleição deste ano”.

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

Comments are closed.