Teófilo tenta “inviabilizar” candidatura de Severino Pessoa a federal
   30 de julho de 2018   │     23:10  │  1

Moacir Teófilo Neto (PSDB), filho do prefeito de Arapiraca, Rogério Teófilo (PSDB), foi lançado pré-candidato a deputado estadual, anunciou dobradinha com o deputado federal Arthur Lira (PP), mas teria mudado de planos, segundo vários fontes, para tentar inviabilizar a candidatura do deputado estadual Severino Pessoa (PRB) à Câmara Federal.

Rogério Teófilo, na versão que corre nos bastidores e em vários sites locais, mudou a estratégia e agora teria decido lançar a candidatura de seu filho à câmara federal. A definição teria saído na última semana em reunião com dirigentes do PSDB e do PP.

A candidatura de Moacir à federal, além da disputa direta de votos entre dois “filhos da terra” em Arapiraca, também impederia, de cara, a coligação entre o PRB de Pessoa e o PP de Arthur Lira, dada como certa até a semana passada.

O que Teófilo quer segundo versão divulgada em alguns veículos de comunicação é “atrapalhar os planos do deputado Severino Pessoa, que é pré-candidato a deputado federal pelo PRB e tem apoio de muitas pessoas ligadas ao próprio prefeito. Os dois eram aliados até abril, quando o parlamentar acusou o gestor de traição e rompeu a parceria”.

Apontado como fiel da balança na eleição de Rogério Teófilo para a prefeitura, por uma diferença de apenas 200 votos em 2016, Pessoa tinha o apoio do prefeito até o início deste ano.

Os dois romperam depois que Teófilo passou a tentar emplacar, desde do ano passado, o seu filho para Assembleia Legislativa, enquanto Severino trabalhava para viabilizar a candidatura de sua esposa e vice-prefeita de Arapiraca, Fabiana Pessoa como deputada estadual. A crise se agravou depois que Moacir Teófilo anunciou dobradinha com Arthur Lira (PP) para federal e o prefeito passou a elogiar publicamente o deputado do PP.

 

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Johann Sebastian Bach

    “Adeus, Dona Onça!”

    Dizem os homens de fé que devemos pedir a Deus, força para mudar as coisas que precisam ser mudadas; resignação para aceitar as coisas que não puderem mudar; e sabedoria para distinguir as primeiras das segundas.

    Assim estamos.

    Pelo cheiro da brilhantina, dona Onça está apática. Pior, agânsica!

    Tendo em vista esse estado de coisas, só nos resta (patriotas sem remuneração) nos recolhermos a nossa insignificância e observar o sábio ditado: “Mateus, primeiro os teus !”

    Brilhante foi a iluminação de Frei Vicente do Salvador, ainda no século XVII, quando chegou à conclusão de que o brasileiro é pouco repúblico.

    Órfãos que estamos, procuremos evitar que os “orfeões”, incultos adoradores do muar de São Bernardo (por enquanto recolhido à cocheira de hibernal friul) consigam libertá-lo, ferindo de morte o que resta de nossa esperança e dignidade.

    Se formos obrigados a retornar a barbárie por omissão da felina, fa-lo-emos com a certeza da missão cumprida.

    Muitos de nós seremos como Camões; morreremos pela Pátria, com a Pátria mas ainda na Pátria.

    Admiro a bravura do povo argentino, principalmente a de sua força aérea.

    Lutou bravamente contra o inimigo (usurpador de parte de seu território) infinitamente mais poderoso, mas que pagou caro por sua arrogância.

    “As Malvinas são argentinas!”

    🇧🇷🔮🇧🇷👽🇧🇷💊

Comments are closed.