Bruno Toledo avalia que oposição elege 4 federais e até 10 estaduais
   6 de agosto de 2018   │     16:59  │  0

Até que as atas dos partidos sejam fechadas e entregues ao TRE, o que deve acontecer ainda hoje, poderemos ter novidades em relação a “detalhes”, como a troca de alguns nomes na proporcional.

As coligações, no entanto, não mudam mais. O bloco de oposição ao governo, que tem na majoritária o senador Fernando Collor (PTC) disputando o governo e o senador Benedito de Lira (PP) e o deputado estadual Rodrigo Cunha (PSDB) como candidatos ao Senado, decidiu formar apenas uma chapa de estadual e outra de federal.

O presidente estadual do PROS, deputado estadual Bruno Toledo, avalia que o bloco de oposição, que reúne 13 partidos, vai disputar bem as eleições proporcionais, com chances de fazer quatro deputados federais e de nove a dez estaduais.

O PROS participa na chapa com 7 candidatos a estadual e 2 federais, além de ter indicado Henrique Arruda como segundo suplente de Rodrigo Cunha. Beto da Farmácia e Silas Santos são os nomes do PROS na disputa pela Câmara dos Deputados, enquanto Bruno Toledo, Danilo Leite, Palhaço Pirulito, Iraldo Agenor, Josenildo Super-homem, Ellen Raynna e Ricardo Marques vão disputar vagas para a Assembleia Legislativa de Alagoas.