Na onda Bolsonaro, Flávio Moreno deve disputar prefeitura de Maceió
   7 de novembro de 2018   │     21:55  │  1

Presidente do PSL em Alagoas, Flávio Moreno surfou, literalmente, na onda que levou Jair Bolsonaro ao Palácio do Planalto. Pouco conhecido nos meios políticos locais, ele disputou o Senado e saiu da eleição de 7 de outubro com mais de 140 mil votos no estado, sendo 76 mil votos em Maceió.

O bom desempenho pode levar Moreno para outra empreitada. Ele já admite disputar a prefeitura da capital. Se o governo Bolsonaro for aprovado pela população, Flávio terá chances reais de vencer a eleição – que ninguém duvide disso.

Os números do primeiro e segundo turnos mostram que é possível o PSL crescer em Maceió. O Cabo Bebeto, deputado estadual eleito pelo partido teve 31 mil votos em toda Alagoas, sendo 22 mil na capital, onde foi o mais votado. O candidato a governador do partido, Josan Leite, teve quase 20% dos votos na cidade. E foi Maceió a única cidade alagoana em que Bolsonaro liderou nos dois turnos.

Moreno, embora ainda esteja apenas “pensando” na possibilidade, já tem o discurso na ponta da língua. “Temos condições de eleger o prefeito da capital e de outras cidades. Maceió precisa de um choque de gestão para melhorar a segurança pública, empregabilidade e a qualidade de vida da população, além de um prefeito alinhado com o novo presidente da República. Maceió tem condições de virar o Caribe brasileiro”, afirma.

Em nota à imprensa, divulgada essa semana, Moreno avisa que o PSL está recebendo novos filiados em todo o Estado e considera natural a disputa pela prefeitura.

Leia a nota:

Nota à Imprensa

As especulações e o apoio a possíveis candidaturas a prefeito em Maceió e nas cidades do interior por partidários do PSL publicadas na imprensa é natural.

O PSL Alagoas cresceu e está recebendo novos filiados fruto das grandes mobilizações surgidas nas cidades por apoiadores de Bolsonaro. Estamos montando o planejamento estratégico para os próximos anos e diretórios municipais.

Saímos dessa eleição com grande vitória, obtivemos 40% dos votos em Alagoas e conquistamos 62% para Bolsonaro em Maceió, o maior percentual dentre os Estados e capitais do Nordeste. Surgimos como grande força política.

O nosso grande objetivo é fazer o melhor governo da história do país, garantir uma segurança pública eficaz, a paz para o cidadão de bem, uma economia que gere emprego e produção, com redução da carga tributária e dos privilégios. Defender e aplicar os projetos de Bolsonaro, inclusive para nosso Estado. Tenho orgulho de ter colaborado na construção e ida do Bolsonaro para o PSL.

O apoio ao nome do presidente do PSL – Alagoas, Policial Federal Flávio Moreno que obteve mais de 142 mil votos ao Senado, dos quais quase 80 mil votos em Maceió, numa disputa e enfrentamento contra Senadores e Deputados de mandato, o credencia para disputar a prefeitura. Moreno é o elo de ligação entre o PSL nacional e Alagoas. Dentre os candidatos do partido, foi o mais votado na capital. Tudo passará por novas construções, projetos e diálogos. Apesar de todas dificuldades, foi capaz de liderar e construir uma coligação do zero, com recursos mínimos, em uma chapa completa que deu sustentação e palanque a Bolsonaro no Estado. O partido ainda elegeu um Deputado Estadual, o Cabo Bebeto.

Temos condições de eleger o prefeito da capital e de outras cidades. Maceió precisa de um choque de gestão para melhorar a segurança pública, empregabilidade e a qualidade de vida da população, além de um prefeito alinhado com o novo presidente da República. Maceió tem condições de virar o Caribe brasileiro.

Alcançamos grande êxito, apesar dos prognósticos pessimistas de alguns analistas.

Obtivemos alta performance no resultado, conforme pregava desde o início, até mesmo antes das eleições. Quem acreditou, viu que cumprimos a missão com êxito. O PSL foi a grande surpresa nas eleições de 2018, elegemos o Presidente da República, a segunda maior bancada Federal e nos Estados.

O futuro nos reserva grandes desafios, novas construções e composições. O ano de 2020 está distante, tudo passará por novos projetos e diálogos, a dinâmica natural da política. Sou naturalmente o elo de ligação do PSL nacional com Alagoas. Em toda minha vida nunca fugi de desafios. E como soldado de Bolsonaro e do partido, seja para garantir o melhor para Maceió, Alagoas e para o Brasil, não fugirei a novos desafios designados, inclusive para a hipótese de disputar a prefeitura de Maceió.

Maceió, 03 de novembro de 2018

Flávio Moreno
Presidente do PSL Alagoas

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Patriota

    Por ser Bolsonaro, votei nele para senador e votarei para prefeito, mudou o Brasil, muda Maceió. Vamos que vamos!

Comments are closed.