Prisão de deputado pode afastar ainda mais Renan Filho e Jair Bolsonaro
   16 de dezembro de 2018   │     18:46  │  5

Na sexta-feira, 14, o governador usou as redes sociais para condenar a prisão do deputado estadual eleito. “A prisão do dep. Cb Bebeto é absurda, extemporânea e cheira a casuísmo político. Não se pode privar de liberdade, anos depois, por motivos fúteis. Não admitirei mistura de polícia com política”, disse Renan Filho.

O episódio, que ganhou forte repercussão na imprensa local, pode contribuir para afastar ainda mais ou pelo menos para dificultar o diálogo inicialmente entre o governo de Alagoas e o governo do presidente eleito Jair Bolsonaro, PSL.

Assim como outros governadores do Nordeste, Renan Filho não teve nenhum encontro com Bolsonaro. E não existe por enquanto sinalização de diálogo.

O presidente do partido de Bolsonaro em Alagoas tem aproveitado o episódio para polemizar com o Renan Filho. Os dois chegaram a “bater boca” pelas redes sociais.

Com acesso a Jair Bolsonaro e muito próximo do deputado federal Eduardo Bolsonaro, que tem muita influência no núcleo familiar e no futuro governo, Flávio Moreno já demonstrou que tem interesse em acirrar a oposição ao governo de Renan Filho.

Moreno tem participado de reuniões nacionais do PSL e mesmo não tendo sido eleito ao Senado, deve ter influência, pelo menos na fase inicial do próximo governo, especialmente indicação de cargos federais em Alagoas e no “acesso” a ministérios e outros órgãos federais em Brasília.

A liberdade de Bebeto, através de Habeas Corpus, menos de um dia depois da prisão, não foi suficiente para baixar a poeira.

As declarações do governador, de que determinou providências a Secretaria de Segurança Pública e a Defensoria Pública, para mandar soltar o deputado eleito não foram suficientes para acalmar os ânimos.

Pelas redes sociais, Flávio Moreno voltou ao “ataque”. Mesmo com o governador condenando o episódio, que parece ter sido algo próprio do mundo militar e sua hierarquia fechada, ele culpa Renan Filho pela prisão do deputado eleito.

O que diz Flávio Moreno

“Habeas Corpus de Cabo Bebeto, não isenta o Governador Renan Filho de responsabilidade sobre a prisão administrativa com viés de perseguição política”, diz Flávio Moreno.
Segundo o presidente do PSL-AL, “Cabo Bebeto eleito Deputado Estadual pelo partido de Bolsonaro está livre por decisão de Desembargador (Tribunal de Justiça) Domingos Neto após Habeas Corpus impetrado por advogado. E não por revogação da prisão pelo Governador”.

De acordo com Moreno, “Bebeto declarou que teve prisão decretada por ter almoçado em casa e em outro dia ter se ausentado 15 minutos antes do fim do serviço para socorrer sua esposa. Fatos ocorridos em 2015”.
“É preciso deixar claro que a liberdade conquistada não exime a perseguição promovida por comandados do Governo Renan Filho”, disse Flávio Moreno. “Apesar de poder revogar a prisão administrativa militar do Cabo Bebeto, o Governador não a revogou, muito menos acionou a Defensoria Publica, conforme pregou que faria”, concluiu Moreno.

COMENTÁRIOS
5

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. OLIVEIRA

    Ora, se as infrações ocorreram em 2015, por que só agora em 2018,, após ser eleito e próximo a ser diplomado, as punições foram aplicadas ao Cabo Bebeto? Terá sido só mera coincidência? Claro que sim! O Estado de Alagoas é o mais justo da Federação.

  2. Johann Sebastian Bach

    pesquisa do Ibope  mostra que pelo menos 75% dos brasileiros entende  que o novo governo está no caminho certo  14% acha que não e 11% se negaram a responder – me pergunto, se esta pesquisa está correta, de onde saíram os quarenta e quatro milhões de votos no “beiço de mula”? – estará já o Ibope sofrendo de um ataque de honestidade como efeito colateral da vitória da direita nas urnas?

    😃😁😄😄🤣😆

    👉😄👉😄👉🙏

  3. Johann Sebastian Bach

    O Papa gostando ou não, a ONU gostando ou não, os artistas de esquerda gostando ou não, os políticos corruptos junto com os juízes do supremo gostando ou não, em janeiro nascerá um novo Brasil e quem não gostar pode reclamar para quem quiser.

    😆🤣😁😃😄😀

    👉🇧🇷👉🇧🇷👉🙏

Comments are closed.