Marechal supera Arapiraca e Maceió e lidera criação de empregos em AL em 2018
   21 de dezembro de 2018   │     0:03  │  0

Nem Maceió, nem a capital do agreste. O município que mais criou empregos em Alagoas em 2018 foi Marechal Deodoro, a primeira capital do Estado.

No acumulado de janeiro a novembro, o município acumulou um saldo positivo entre demissões e admissões de 591 empregos com carteira assinada. Os dados são do Cadastro Geral de Empregado e Desempregado (Caged), divulgado nesta quinta-feira (20), pelo Ministério do Trabalho.

No mesmo período, o saldo positivo de Arapiraca, que tem uma população quatro vezes maior do Marechal foi de 581 empregos diretos. Maceió, que tem vezes a população de Deodoro, registrou um saldo positivo ainda menor, de apenas 382 empregos.

No crescimento proporcional, o resultado da primeira capital foi ainda mais expressivo. Enquanto Arapiraca cresceu 1,82% e Maceió apenas 0,19%, Marechal registrou variação positiva de 8,36% no número de empregos com carteira assinada.

São Miguel dos Campos, que liderava a geração de empregos em Alagoas até outubro com saldo positivo de 691, caiu para 581 empregos em novembro. Ainda assim o município registrou crescimento de 7,18%, inferior a Marechal, mas superior a Arapiraca e Maceió.

Em alta

Até outubro, Marechal Deodoro ocupava a segunda posição (veja reprodução de matéria da Gazeta de Alagoas) e consegui assumir o primeiro lugar mesmo tendo registrado um pequeno saldo negativo de empregos em novembro. O primeiro lugar era ocupado por São Miguel dos Campos.

O resultado mostra que Marechal Deodoro, que assim como SMC tem usina de cana-de-açúcar, está sendo menos afetada pela crise do setor sucroalcooleiro do que outros municípios da zona da mata e litoral de Alagoas.

A geração de empregos no município reflete um esforço mais local do que estadual ou nacional. Em todo o estado, o mercado de trabalho apresentou uma variação positiva de apenas 0,42%. Mérito para o prefeito Cacau Filho e equipe.

A Gazetaweb fez reportagem sobre os números do Estado. Veja aqui: Geração de emprego em Alagoas tem o pior desempenho para novembro em uma década

Veja as tabelas

Veja a reportagem da Gazeta, que circulou no último final de semana