Olavo Calheiros não é mais candidato a presidente da Assembleia Legislativa de AL
   9 de janeiro de 2019   │     18:08  │  2

O deputado estadual Olavo Calheiros, do MDB, não está mais na disputa pela presidência da Assembleia Legislativa de Alagoas.

Por telefone, na tarde desta quarta-feira, 9, Olavo comunicou que está fora da disputa pela presidência do Legislativo e explicou que tinha uma “plataforma” diferente para conduzir a Casa de Tavares Bastos.

Olavo seria candidato contra o deputado estadual Marcelo Victor, do SD, que tem trânsito entre a maioria dos deputados e é considerado um “amigo de todas as horas” dos parlamentares. Victor também tem boa relação com outros poderes e nos últimos anos atuou como líder de fato do governador Renan Filho.

A retirada da candidatura de Olavo põe fim a uma intensa disputa de bastidores e deve amenizar o clima entre o grupo de 21 dos 27 deputados estaduais que irão assumir o mandato em 1o de fevereiro, que fechou questão em torno da candidatura de MV.

O novo cenário também abre espaço para uma recomposição entre o governador Renan Filho, que apoiava a candidatura de Olavo, e a base de apoio do governo no Legislativo. Nos últimos dias, a relação ficou muito tensa. Algumas exonerações de secretários de Estados, dirigentes de empresas e órgãos do segundo escalão foram atribuídas a disputa pela Mesa Diretora da ALE.

Um amigo de Olavo confirmou ao blog a desistência dele: “A plataforma dele era diferente da de MarceloVictor. Olavo ja comunicou desistência aos apoiadores Ele liberou quem estava com ele”, disse.

O deputado estadual Olavo Calheiros, do MDB, avisou aos colegas que não é mais candidato a presidente da Assembleia Legislativa de Alagoas

COMENTÁRIOS
2

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Pedro filho

    Pronto, agora vão votar o projeto de lei do rateio dos professores e sexta feira o deposito será feito.

Comments are closed.