Dois ex-ministros de Temer devem virar secretários de Estado em Alagoas
   12 de janeiro de 2019   │     8:59  │  0

O governo do ex-presidente Michel Temer teve forte participação de alagoanos. Com indicação de partidos como PP, PR e MDB, eles ocuparam cargos estratégicos na Codevasf, Caixa, ministérios da Saúde, Turismo e Transportes, entre outros órgãos.

No governo passado, não só alagoanos, mas também muitos políticos nordestinos ocuparam posições importantes no Planalto, bem diferente do atual governo.

Na equipe de Jair Bolsonaro, os políticos do Nordeste não conseguiram emplacar quase nada. Praticamente todos os cargos estão com políticos ou técnicos do Sul, Sudeste e Centro Oeste.

No novo cenário, pelo menos dois ex-ministros devem virar secretários de Estado em Alagoas. Maurício Quintella, do PR, que foi ministro dos Transportes vem sendo apontado, nos bastidores, como provável futuro secretário de Infraestrutura de Alagoas. Ele disputou o Senado, ficou em terceiro na corrida e segue forte na política alagoana.

Já o deputado federal Marx Beltrão, SD, que conseguiu se reeleger como um dos mais votados em 2018, pode virar secretário de Agricultura (muitos apostam na Saúde), Assistência Social ou comandar uma das novas secretarias que serão criadas a partir da fusão de Pastas existentes hoje no governo de Alagoas.

Além de manter compromissos com sua base política, se emplacar os dois ex-ministros na sua equipe, o governador Renan Filho ganhará dois gestores experientes, que conseguiram se destacar como ministros e ainda tem bom trânsito em Brasília – mesmo no atual governo.

Quintella com o PR e Beltrão com o SD, partidos que estão entre os maiores do Congresso Nacional, também pode ajudar a abrir portas em Brasília.

Ao convidar os dois – pelo que o blog apurou o convite já foi feito, faltando apenas a batida do martelo – o governo consegue ao mesmo tempo arrumar a base politicamente e ganha um importante reforço no primeiro escalão. O governo ganha peso – literalmente.