Marx Beltrão deve ser o coordenador da bancada federal de Alagoas
   8 de fevereiro de 2019   │     23:23  │  2

A possibilidade do deputado federal Marx Beltrão (PSD-AL) ocupar diretamente um cargo no primeiro escalão do Governo de Alagoas diminuiu consideravelmente nos últimos dias.

Sem esperar mais pelo Palácio dos Palmares, o ex-ministro começa a ocupar espaço na Câmara dos Deputados. Esta semana foi eleito vice-presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Turismo (Frentur), que tem mais de 200 parlamentares.

Na primeira reunião na ova bancada federal, realizada na quarta-feira, em Brasília, três deputados colocaram o nome à disposição para a coordenação, que era ocupada por Ronaldo Lessa (PD): Marx Beltrão (PSD), Sérgio Toledo (PR) e Nivaldo Albuquerque (PTB).

A reunião contou com a participação de praticamente todos os deputados e senadores. Foi um encontro para alinhamento de ações e principalmente para definir a escolha da coordenação.

A escolha sairá em reunião na próxima semana. Pela experiência, pelo relacionamento e pelo trânsito – em Alagoas e em Brasília – o ex-ministro deve assumir a vaga.

No prelo

Renan Filho, avisam importantes interlocutores, não desistiu de tentar abrir vaga para Ronaldo Lessa (PDT). O governo, dizem, espera uma posição do deputado federal Nivaldo Albuquerque.

Se ninguém pedir licença do mandato para o primeiro suplente assumir, o ex-governador poderá assumir uma Secretaria de Estado. Mas essa é outra história.

Marx Beltrão deve participar do governo com a indicação de um cargo no primeiro escalão. Na gestão passada a indicação foi para Semarh. Como ficará a indicação no atual governo? É esperar as conversas do governador com os parlamentares federais nos próximos dias.

COMENTÁRIOS
2

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Pedro filho

    Aproveitando essa matéria, informo que o que os professores temiam parece que vai acontecer: a emenda que os deputados fizeram para que não seja descontado os 11% da previdência no rateio nao vai ser acatada pelo governador (provavelmente). E com isso a novela vai ganhar mais alguns capítulos.

  2. amorim

    Já está sem graça a insistência descabida para emplacar o derrotado ex-deputado Ronaldo Lessa como deputado federal. Este cidadão foi derrotado nas últimas eleições e pronto, para ele Brasilia, se quiser será em 2022.

Comments are closed.