Qual a nota? Secretários estaduais terão “prova” de desempenho no governo de AL
   26 de abril de 2019   │     22:18  │  3

O governador Renan Filho realizou – pela primeira vez no seu segundo governo – reunião com todo o seu secretariado no Palácio dos Palmares.

O encontro foi nesta sexta-feira, 26, com direito a apresentação de projetos e balanço das ações do governo.

Quem participou do encontro, saiu convencido de que o sistema de avaliação do desempenho das secretarias, adotado no primeiro governo, está de volta.

Lembra? Cada secretário recebia notas, em reuniões mensais. Quando o desempenho era baixo, a “cobrança”, dizem, era “alta”. Tem gente que fala até em “puxões de orelha”. Exagero?

“A exemplo do que fez na primeira gestão, o governador vai voltar a usar o monitoramento de todas as secretarias baseado num sistema de notas, com suporte da equipe da Governança”, revela um dos secretários presentes ao encontro.

A cada reunião da equipe, a avaliação será são divulgada. Quem tira 10 ganha “tapinha nas costas”. Já quem tem nota baixas….

Durante o encontro também foram apresentadas pelo governo e por todas as pastas as metas de atuação para os próximos meses.

No de do primeiro governo, em 2015, quando o “modelo” foi implantado, a melhor média geral foi do secretário da Fazenda, George Santoro. Ele teve média 9,8. Alguns colegas dele tiveram notas baixas, mas não sofreram penalizados – ao menos continuaram na equipe e se saíram foi por outros motivos.

Quem também teve bom desempenho naquele ano foi Alexandres Ayres (hoje na Saúde), que era da Semarh e Christian Teixeira (então Seplag), que foram homenageados ao lado de Santoro pelo desempenho em setores como comunicação, liderança e trabalho coletivo.

Na prática – apesar da apologia inicial – o sistema de “notas” foi deixado de lado na fase final do do primeiro governo. O retorno, agora, é pra valer? A conferir.

COMENTÁRIOS
3

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Alagoas

    A nota para todos secretários é ZERO, Inclusive para o Governador que não faz nada para conter o desemprego que assola o interior do estado.

  2. decepcionado

    Já começou errado. Fazer a primeira reunião de uma gestão depois de 04 meses após o governo iniciar. Por isso que tem secretarias que continuam com a mesma incompetência de gestão como a de esportes e a de assistência social.Além da saúde e da educação que só mostram propaganda enganosa pois a população sabe que o que está acontecendo no dia a dia é o contrário do que mostram na mídia. Se não fizer indicações técnicas para as secretarias vitais como essas terminará o segundo mandato totalmente desprestigiado. Saúde tem que ser um Médico,Educação um Professor, Esportes um Profissional de Educação Física e Assistência Social,obviamente,um (a) Assistente Social. Exemplo que assim é que funciona são os Secretários George Santoro e Mozart Amaral.

  3. Antonio Araújo

    Ele vai dar nota baixa ao irmão da Jó pereira, ao filho do Antônio Albuquerque, ao assessor do Marx Beltrão, à indicada do Paulão do PT, ao ex ministro do transporte que teve mais orçamento que o governo inteiro, ao vice governador, à nora da deputada Fátima Canuto, ao genro do presidente do tribunal de contas, a filha do desembargador, ao filho do procurador geral de justiça?

    Não não! Acho que não.

    Renan Filho = RF = ReFem

Comments are closed.