Governo de AL quer novo empréstimo de R$ 600 milhões
   29 de abril de 2019   │     20:13  │  0

Em 2018 o Estado de Alagoas fechou uma grande operação de crédito com o Banco do Brasil. O financiamento da ordem de R$ 620,7 milhões foi todo destinado para investimentos em infraestrutura – especialmente rodovias.

Todo o valor do empréstimo previsto com o Banco do Brasil já foi liberado, segundo o secretário da Fazenda de Alagoas.

O governo agora trabalha, adianta George Santoro, para viabilizar ainda este ano mais duas operações de financiamento.

A primeira, que vem sendo negociada com a Comissão Andina de Financiamento – CAF (autoidentificada como Banco de Desenvolvimento da América Latina) no valor de R$ 600 milhões revela Santoro.

“Essa operação deve ser apreciada no primeiro semestre deste ano”, pondera.

Santoro também revela que o governo do Estado abriu diálogo com o Banco Mundial, com o objetivo de viabilizar outra operação de crédito, mas não revela valores ou objetivos.

“Ainda estamos discutindo com o Banco mundial e essa operação deve ficar para o fim do ano”, adianta.

Na última semana o governador Renan Filho e o secretário George Santoro receberam uma missão do Banco Mundial que veio a Alagoas para analisar as finanças do Estado com vistas ao pedido de empréstimo.

George Santoro participa de reunião entre o governador Renan Filho e representantes do Banco Mundial

Veja o texto da Agência Alagoas sobre a visita:

Banco Mundial faz estudo para apoiar investimentos em AL

O governador Renan Filho se reuniu, nesta sexta-feira (26), no Salão de Despachos do Palácio República dos Palmares, com representantes do Banco Mundial. Segundo o chefe do Executivo, a instituição financeira internacional está realizando um estudo aprofundado nas áreas da educação, saúde e segurança pública para apoiar com investimentos as políticas públicas nesses setores.

“O Banco Mundial está nos ajudando do ponto de vista técnico a estruturar e a dar eficiência aos investimentos públicos de Alagoas no futuro. Eles vieram aqui estudar os nossos indicadores fiscais e identificaram a nossa capacidade de pagamento”, revelou o governador.

Participaram da reunião, dentre os representantes do Banco Mundial, o coordenador econômico, Rafael Muñoz; o especialista em desenvolvimento social, Alberto Costa; o gerente de projetos e especialista no setor público, Daniel Ortegas; e o consultor da área fiscal, Rafael Ornelas.

Além do governador, estiveram presentes ao encontro os secretários de Estado da Fazenda, George Santoro; do Planejamento, Gestão e Patrimônio, Fabrício Marques; da Saúde, Alexandre Ayres; a secretária especial do Tesouro Estadual, Renata dos Santos; o diretor-presidente da Alagoas Previdência, Roberto Moisés; o superintendente do Tesouro Estadual, Paulo Castro; e o secretário adjunto da Segurança Pública, Carlos Neto.

Leia aqui, na íntegra:

Banco Mundial faz estudo para apoiar investimentos em AL

http://agenciaalagoas.al.gov.br/noticia/item/29880-banco-mundial-faz-estudo-para-apoiar-investimentos-em-al