Sessão especial na ALE debate Campanha da Fraternidade 2019
   29 de abril de 2019   │     19:30  │  0

A Assembleia Legislativa realizou nesta segunda-feira, 29, sessão especial sobre a Campanha da Fraternidade 2019 apresentada pela Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que tem como tema “Fraternidade e Políticas Públicas” e o lema “Serás libertado pelo direito e pela Justiça” (Is 1,27).

De iniciativa do deputado Dudu Ronalsa (PSDB), a sessão reuniu representantes de vários segmentos da Igreja Católica no intuito de discutir formas de engajar a sociedade na busca de ações concretas que possam contribuir com políticas de desenvolvimento em vários campos sociais, além de estimular a cobrança da continuidade de políticas públicas oferecidas pelo poderes constituídos

De acordo com o deputado Dudu Ronalsa, a sessão teve como objetivo chamar a atenção das autoridades diante do quadro de crise, não apenas no Brasil, mas principalmente em Alagoas, além de salientar e mostrar o papel desempenhado pela Igreja Católica. “Que é um papel importante, que muitas vezes assume o papel dos poderes públicos. Também mostrar à sociedade política, representada pelos três poderes, que é preciso fazer sua parte e daí deliberarmos ações que possam contribuir com esse trabalho que a Igreja realiza”, justificou o propositor da sessão.

O Arcebispo de Maceió, Dom Antonio Muniz destacou a importância do Parlamento alagoano na difusão do tema da Campanha da Fraternidade deste ano, uma vez que o Legislativo é a Casa que dá voz a sociedade e onde se constroem as leis. Muniz disse que o objetivo da campanha é sempre sensibilizar a sociedade para um tema relevante para o País. “A seleção desse tema passa por uma dimensão, que chamamos intraeclesial, sempre intercalados com temas do cenário nacional. E este ano coube à Igreja, que já olhou para diversas áreas, colocar tudo isso dentro de uma ótica comum, que seria uma visão da parte da igreja religiosa sobre a política pública e como isso se reverte para o bem da população”, disse Dom Muniz.

O deputado Sílvio Camelo (PV) e as deputadas Fátima Canuto (PRTB), Ângela Garrote (PP), Jó Pereira (MDB) e Flávia Cavalcante (PRTB) contribuíram com os debates e parabenizaram o colega de plenário pela iniciativa. Todos ressaltaram a importância das discussões, observando que o objetivo da Campanha da Fraternidade, instituída em 1964, é impulsionar o espírito evangelizador e despertar em todos a vivência da fraternidade. “Estamos aqui para ouvir. Esse é o momento que a sociedade tem para trazer as suas demandas e dizer o que nós, parlamentares, podemos fazer em prol da sociedade”, assegurou a deputada Fátima Canuto.

(com assessoria)