“Quando Bolsonaro é menos Bolsonaro, o Brasil melhora”, diz Renan
   30 de junho de 2019   │     21:25  │  3

O acordo entre  o Mercosul e a União Europeia, fechado essa semana durante o G20 foi citado pelo senador Renan Calheiros como exemplo de Jair Bolsonaro sendo “menos Bolsonaro”.

Para assinar o acordo o país precisou continuar no acordo de Paris. A expectativa é de ganhos milionários para o Brasil com as exportações.

Renan  Calheiros disparou em sua conta no Twitter:  “toda vez que Bolsonaro é menos Bolsonaro, o país melhora”.

O senador foi além nas críticas  ao presidente. Renan disse que deveríamos pensar numa lei que obrigasse Bolsonaro a ser cada vez menos ele mesmo e a se manter sempre a 10 quilômetros do Twitter.

Veja o que disse Renan:

Toda vez que@jairbolsonarm é menos Bolsonaro o Brasil melhora. Agora, manteve o Mercosul e o acordo de Paris. Deveríamos pensar numa lei que o obrigasse a ser cada vez menos ele mesmo, e a se manter sempre a 10 mil quilômetros do Twitter. #MercosurUE #Mercosul

COMENTÁRIOS
3

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Julius Robert Hoppenheimer

    Obs:

    Segundo o próprio Vaticano e o decreto de 15 de junho de 1948, os ideais comunistas e os ideais católicos são tão incompatíveis que o católico que militar, votar ou propagar de alguma forma o comunismo é automaticamente excomungado. As filosofias comunistas são diversas e passeiam entre o fim da propriedade privada, o fim das religiões e a construção de um estado ateu. Em 1846, o papa Pio IX, afirmou na encíclica Qui pluribus que o comunismo é “Sumamente contrário ao próprio direito natural, o qual, uma vez admitido, levaria à subversão radical dos direitos, das coisas, das propriedades de todos e da própria sociedade humana.”
    Em 1878, na encíclica Quod Apostolici muneris, o Papa Leão XIII disse que o comunismo é uma “peste mortífera, que invade a medula da sociedade humana e a conduz a um perigo extremo.”

    👉🇧🇷👉🇧🇷👉🇧🇷👉🙏

Comments are closed.