PSDB pode expulsar deputada de AL por ‘traição’, mas corteja ‘traidora’ de SP
   12 de julho de 2019   │     17:28  │  1

 

O mesmo partido que ameaça punir a deputada federal Tereza Nelma (PSDB-AL) por ter contrariado a orientação partidária de votar a favor da reforma da Previdência, corteja outra deputada por ter feito algo semelhante.

O mais forte ‘comandante’ do PSDB nacional, o governador de São Paulo João Dória, defende a filiação da deputada Tábata Amaral (PDT-SP) ao seu partido, caso ela seja expulsa do PDT por ter contrariado determinação do partido na votação da reforma da Previdência.

Entendeu? Tábata votou a favor da reforma, contrariando orientação do PDT, enquanto Tereza votou contra contrariando a orientação do PSDB.

“Troquei mensagens com ela. Ela é rosto, alma e coração do novo PSDB”, disse Doria, de Londres, onde está em missão comercial. Ambas estão ameaçadas de expulsão.

Numa releitura de Augusto dos Anjos, “a mão que afaga é a mesma que apedreja”.

Participei da sessão da CCJ que ouviu @ggreenwald sobre o teor e a grande relevância para o 🇧🇷 Brasil das mensagens divulgadas pelo @TheInterceptBr.

Ressaltei que o Senado não pode permitir qualquer ameaça à liberdade de imprensa e aos princípios democráticos.

Saiba mais:

Cidadania, PSDB e até PSL entram na briga por Tabata Amaral

Doria corteja Tabata e diz que deputada é rosto e alma do PSDB

 

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Afrânio Godoy

    O PSDB corteja deputada de SP que votou de acordo com a orientação dos tucanos: a favor da Nova Previdência. Pode expulsar deputada de AL que votou contra a Nova Previdência. Portanto, na minha modesta opinião, tem toda coerência sim. A questão não é traição, e sim quem é a favor e quem é contra a Nova Previdência.

Comments are closed.