Renan foi alvo de “sabotagem” da Lava Jato na eleição da mesa do Senado
   12 de agosto de 2019   │     17:24  │  2

Novas conversas vazadas pelo The Intercept Brasil nesta terça-feira (12), a tarde, em publicações no Twitter apontam que o procurador Deltan Dallagnol comemorou a derrota do senador Renan Calheiros (MDB) na disputa pela Presidência do Senado em fevereiro deste ano.

Pior. As mensagens mostram ainda que os procuradores foram além. Eles incentivaram vários movimentos para interferir no resultado da eleição no Congresso Nacional e evitar a vitória do senador alagoano.

Os diálogos revelam  uma aparente sabotagem da Lava Jato contra Renan Calheiros, que terminou interferindo na eleição do Senado.

Deltan e os procuradores Athayde Ribeiro Costa, Roberson Pozzebon, Diego Castor de Mattos e Jerusa Viecili conversaram sobre o assunto no grupo do Telegram chamado “filhos do Januario 3”.

“Renan vai por a culpa no Deltan”, comenta Athayde Costa no dia 2 de fevereiro. O chefe da força tarefa da Lava Jato em Curitiba responde: “Ele não vai me dar essa moral”.

“Agora se Renan perder, e tivermos essa virada histórica, é graças à nossa equipe e a muitos brasileiros corajosos que tomaram postura, como o Mude que começou o abaixo assinado quando a própria TI recusou entrar neste assunto (e depois voltou atrás e entrou recentemente”, acrescenta Dallagnol.

Deltan segue comentando as eleição para a mesa do Senado: “nunca vi um acompanhamento tão acirrado da escolha do presidente do Congresso. O Brasil está mudando.”

Segundo vários veículos da imprensa, o Instituto Mude, é o movimento que os procuradores teriam se utilizado para pressionar o Supremo Tribunal Federal (STF).

O procurador Vladimir Aras, em uma conversa privada – ao mesmo tempo de acordo com o The Intercept – o parabeniza Deltan e diz que o ministro da Justiça, Sergio Moro, ficou feliz com a derrota do senador. “Parabéns. Você ajudou a derrubar Renan e o enfraquecimento de Bandeira no CNMP vem de quebra”, diz Aras . E Dallagnol responde: “Nós todos Vlad. Era a coisa certa a fazer. Valeu!”. E Aras reage em seguida: “Parabéns, Moro ficou feliz. Falei com ele também.”

Veja as mensagens publicadas no Twitter:

COMENTÁRIOS
2

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Antonio Neto

    Deltan, o Brasil lhe será eternamente grato se de fato você atuou no sentido de impedir que o periculoso senador podesse continuar usando o poder que é conferido ao presidente do senado, em prol de seus interesses escusos.

  2. Nelson

    Graças a Deus !!! Obrigado Deltan !!!
    Esse é o mal do político Brasileiro…querem se perpetuar no poder para usufruir as benesses do dinheiro fácil. Devia haver uma lei que proibisse um deputado ou um Senador ficar na Presidência da casa por mais de dois mandatos. Assim como um Presidente da República, também só tivesse direito a dois mandatos, pra não se sentirem os donos do Nação. Por isso os Estados Unidos da América, são um exemplo de Democracia para o Mundo. Eita Brasil desmantelado meu Deus.

Comments are closed.