Apenas vice-governador e uma deputada vão a desfile da emancipação de AL
   16 de setembro de 2019   │     23:23  │  1

O palanque de “autoridades” ficou esvaziado – literalmente. Quem representou o Executivo foi o vice-governador e secretário da Educação, Luciano Barbosa. Do Legislativo, apenas um único representante, a deputada estadual Ângela Garrote (PP).

Nem mesmos os demais secretários de Estado parecem ter interrompido o feriado de 16 de setembro, data mais importante de Alagoas  –  que marcou em 2019 os 202 anos de sua emancipação – para acompanhar o desfile. Com status de secretária, quem aparece nas fotos é a controladora geral do Estado, Clara Bugarim.

As principais autoridades do Estado, a começar pelo governador Renan Filho, não foram ao desfile realizado no bairro de Jaraguá, em Maceió, com participação de 3 mil alunos da rede pública estadual.

A ausência, proposital ou não, deixou Luciano Barbosa em aparente situação de “isolamento”. O vice segue enfrentando uma “fase ruim”, mas não dá sinais de que tenha ficado abalado.

O desfile de 16 de setembro, tradicionalmente, é marcado pela apresentação das escolas da rede estadual e ocorreu justo no momento em que a Secretaria de Educação foi alvo da Operação Casmurros, da PF e CGU, para investigar suspeitas de fraudes em contratos do trasporte escolar.

Barbosa também enfrenta pressão do Legislativo para explicar atrasos nos pagamentos do programa Escola 10 e devolução de recursos de convênios.

Antes do desfile, Barbosa destacou a importância do desfile para o Estado, em mensagem nas suas redes sociais: “são mais de 3 mil alunos representando todo o Estado de Alagoas. É nossa juventude comemorando o aniversário do nosso Estado, esta terra que tem história e tem futuro. Nada representa melhor o futuro desta terra do que sua juventude que vai passar a desfilar neste instante”,disse

Evitando

Durante o desfile, Barbosa representou o Poder Executivo e conversou com a imprensa, mas evitou os “temas polêmicos”, a exemplo da operação da PF.

O vice-governador preferiu falar apenas da emancipação de Alagoas: “É um dia de reflexão das nossas conquistas. Em todo o aniversário, renovamos as nossas esperanças. Fizemos um planejamento, e uma gestão compartilhada com os municípios. Isso fez melhorar o nosso Ideb. Também posso citar o Escola 10 que alavancou a nossa Educação”, disse a reportagem de um site local.

Deputada Ângela Garrote e o vice-governador Luciano Barbosa no palanque de autoridades durante o desfile da emancipação política de Alagoas

Luciano Barbosa, Ângela Garrote e Clara Bugarim durante o desfile de 16 de setembro – reprodução Instagram Ângela Garrote

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Nivaldo

    Foi bom o governador não ter ido mesmo ao desfile, senão o povo alagoano teria mais uma vez passado vergonha, igual a do dia da independência em que ele levantou aquela bandeira “lula livre”que envergonhou a todos que estavam presente.

Comments are closed.