Passageiros terão aplicativo ‘melhor que Uber’ no transporte intermunicipal de AL
   19 de setembro de 2019   │     17:17  │  0

O ex-deputado estadual Ronaldo Medeiros teve seu nome aprovado para a presidência da a Agência Reguladora de Serviços Públicos de Alagoas (Arsal) pelo Legislativo e foi nomeado pelo Executivo no dia 15 de maio passado.

Naquele momento ele pediu, em entrevista ao blog, 100 dias para mostrar os primeiros resultados. Desde então, Medeiros parece ter se concentrado e pouco se ouviu falar da Arsal, que antes ocupava às “páginas” com imbróglios que iam de protestos de “donos de vans” a suspeitas de ilegalidades em diferentes contratos.

Já se passaram desde então 120 dias. E os resultados prometidos por Medeiros começam a aparecer. O mais importante deles, a “arrumação da casa”, ao que parece foi pouco perceptível para a mídia.

Outras ações prometem ganhar visibilidade. Recebi o link de uma reportagem do Bom dia Alagoas da TV Gazeta, exibida no dia 12 deste mês.

A reportagem (veja abaixo um resumo) revelou que cerca de 1.200 veículos usados no transporte intermunicipal serão monitorados por sistema eletrônico por meio de rastreamento, além de contar com um botão de pânico, gerando mais segurança aos passageiros e trabalhadores das linhas.

Mas as mudanças da “Nova Arsal”, como o próprio Ronaldo Medeiros prefere chamar o órgão depois que assumiu a presidência, não vão ficar por aí.

Por aplicativo, Medeiros avisa: “Iremos implantar aplicativos para os usuários do transporte. Esse aplicativo terá entre funções que vai permitir localizar carros, ver o tempo de espera, além de possibilitar que o usuário vai possa avaliar a viagem, reclamar, elogiar e sugerir”, diz.

Na prática, resume o presidente da Arsal, “teremos o usuário como fiscal”.

Um aplicativo como esse, por si só, já seria “melhor que o Uber” (avaliação e conceito do blog).

Mas o aplicativo, promete Medeiros, também terá uma versão para os “donos de vans”. O objetivo será o de facilitar a vida de quem vive do transporte intermunicipal.

“Teremos um aplicativo para os nossos permissionários. Eles poderão ter acesso a boletos, certidões Etc”, diz Medeiros. O presidente da Arsal também promete outro aplicativo para a fiscalização da ‘Nova Arsal’. “Estamos informatizado toda gestão, modernizando”, aponta Medeiros.

O botão de pânico

Veja o resumo da reportagem da TV Gazeta:

A violência nos transportes complementares de Alagoas se tornou uma velha conhecida dos passageiros que costumam usufruir do serviço. Para combater esse transtorno, a Agência Reguladora de Serviços Públicos de Alagoas (Arsal) iniciou a instalação de dispositivos eletrônicos nos transportes que atuam no estado.

Cerca de 1.200 veículos serão monitorados por sistema eletrônico por meio de rastreamento, além de contar com um botão de pânico, gerando mais segurança aos passageiros e trabalhadores das linhas.

Com o rastreamento em tempo real, o objetivo é permitir um maior controle das rotas realizadas, velocidade e movimentações estranhas ao trajeto.

A aplicação já está sendo realizada; os veículos que fazem as linhas Marechal Deodoro-Maceió, Murici-Maceió e Messias-Maceió foram os primeiros a contar com a nova tecnologia. Os mais de mil permissionários hoje em atividade no Estado terão o dispositivo instalado em seus veículos.

Botão de pânico aumenta segurança do transporte intermunicipal em Alagoas

Acesse aqui o link do Bom Dia Alagoas