Renan 7 x 2 Deltan: a pedido de senador, coordenador da Lava Jato será investigado
   25 de setembro de 2019   │     21:50  │  0

A informação é do blog do Fausto Macedo, do Estadão. O senador Renan Calheiros (MDB) conseguiu abrir, na prática, um processo de investigação contra o coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol.

A reclamação, a segunda apresentada pelo senador do MDB, envolve declarações do coordenador da força-tarefa do Paraná contra sua candidatura à Presidência do Senado.

O pedido para a abertura de processo disciplinar contra Dallagnol já foi acolhido por 7 integrantes do Conselho Nacional do Ministério Público, e rejeitado por outros dois. O julgamento foi realizado nessa terça, 24, mas foi suspenso por pedido de vista do presidente do colegiado, Alcides Martins

Apesar do pedido de vistas, os votos dos sete integrantes do CNMP já garantem a abertura de um processo administrativo disciplinar Deltan Dallagnol.

A reclamação do emedebista ao colegiado envolve declarações do coordenador da força-tarefa do Paraná contra sua candidatura à Presidência do Senado.

A discussão ocorreu uma semana depois de o Senado barrar a recondução dos conselheiros Lauro Machado Nogueira e Dermeval Farias Gomes Filho. Os dois deram nesta terça-feira os únicos votos contrários à abertura do processo contra Deltan.

Os outros conselheiros que votaram nesta terça, 24, acompanharam o voto do corregedor nacional Orlando Rochadel. Até o momento, são favoráveis Fábio Stica, Sebastião Caixeta, Leonardo Accioly, Erick Venâncio, Marcelo Weitzel e Otavio Rodrigues.

A sessão para votar a abertura do PAD contra Deltan se iniciou em 10 de setembro, quando o corregedor nacional do MP, Orlando Rochael, foi pela abertura de processo administrativo, apontando que Dallagnol “denegriu e menosprezou” as atribuições constitucionais do MPF por ter se manifestado “contra a eleição de Renan Calheiros buscando descredenciá-lo perante a opinião pública”. Segundo ele, o caso é passível de punição por censura. Naquela sessão, os conselheiros resolveram negar pedido liminar para o afastamento de Deltan.

Leia aqui o texto do blog de Fausto Macedo, na íntegra: Renan 7 x 2 Deltan