Em ‘recuperação’, setor sucroalcooleiro gera 80 mil empregos em AL
   30 de outubro de 2019   │     15:19  │  1

As estimativas no setor sucroenergético de Alagoas continuam otimistas. De acordo com novo levantamento do Sindaçúcar-AL, a safra de cana-de-açúcar 2019/2020 deve chegar a uma produção de 19 milhões de toneladas.

O crescimento em relação a safra anterior, quando foram processadas 16,5 milhões toneladas de cana, será de cerca de 15% e mais de 40% se comparada a safra 2017/2018, cuja produção foi de apenas 13,7 milhões – considerada a “pior da história” do setor.

Antes da crise, a produção média de cana-de-açúcar em Alagoas era de 25 milhões de toneladas por safra. O setor vive uma fase de recuperação. A estimativa, na situação atual, é de uma retomada lenta dos patamares históricos

De acordo com o presidente do Sindaçúcar-AL, Pedro Robério Nogueira, “o aumento da produção de cana se dá pela regularidade climática e início da renovação dos canaviais. Pouco aumento de área e aumento mais expressivo da produtividade”.

Segundo Pedro Robério Nogueira, “o fluxo de caixa das empresas permitiu nesse último ano destinar recursos para renovação pela redução da carga do ICMS, conforme necessitávamos pela ausência do financiamento bancário”.

O aumento da safra também traz resultados positivos na geração de empregos pelo setor em Alagoas. “Estamos operando nesta sagra com 80 mil empregos formais contra 51 mil empregos na safra 2017/2018”, aponta o presidente do Sindaçúcar-AL, Pedro Robério Nogueira, ao comparar o ciclo atual com a safra que foi considerada uma das piores da história.

Pedro Robério que setor sucroalcooleiro está em fase de recuperação em Alagoas

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. amorim

    Esta noticia causa urticária no senador filopetista e stalinista Renan. Qualquer melhoria do nível do emprego atual perturba o notável político. Para ele quanto pior melhor.

Comments are closed.