Gaspar decide disputar prefeitura, mas pode se tornar inelegível
   27 de novembro de 2019   │     22:08  │  1

Alfredo Gaspar de Mendonça, deu uma “mergulhada” nos últimos dias – na área política, que fique claro.

O Procurador Geral de Justiça de Alagoas, no entanto, já teria tomado a decisão de disputar a prefeitura de Maceió em 2020, garante um interlocutor muito próximo do PGJ.

“Gaspar está decidido. Vai deixar o Ministério Público para disputar a eleição. No momento adequado vai anunciar esta decisão”, aponta.

A ideia é que Gaspar anuncie a pré-candidatura e logo em seguida anuncie seu desligamento do MPE. Ele tem até seis meses antes das eleições ou até abril do próximo ano, segundo especialistas, para deixar o cargo que ocupa na instituição – sem direito a retornar o posto.

O PGJ também estaria inclinado a montar uma aliança eleitoral que teria a participação (ou seria liderada) pelo governador Renan Filho, contrariando versões de bastidores. “Ele tem boa relação com o governo e é possível que tenha o apoio do governador se for candidato”, diz o interlocutor.

A decisão de Gaspar, que já é considerada difícil por si só (ter de abandonar um cargo importantíssimo, com boma remuneração), pode se tornar ainda mais complicada se a Câmara dos Deputados aprovar mudança na legislação, criando um período de quarentena para que integrantes das chamadas carreira de Estado – aí incluídos juízes e promotores – disputem a eleição.

A quarentena seria de no mínio um ano ou de no máximo dois. Essa lei, se aprovada ainda este ano, pode tornar Gaspar inelegível.

O PGJ no entanto, estaria, segundo vários amigos, disposto a “correr o risco”. Se tudo der errado, Gaspar poderia ocupar uma Secretaria de Estado ou passaria a advogar. Mas essa é outra história.

Quarentena

A instituição da quarentena de servidores públicos foi tema reportagens em vários veículos nos últimos dias. Selecionei alguns textos para que você entenda melhor essa questão.

Centrão quer articular ‘quarentena eleitoral’ para magistrados

Governo pretende criar quarentena para servidor pode disputar eleições

Câmara quer ampliar quarentena contra bancada da Lava-Jato
 

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Santos

    Se falassem que o Procurador Alfredo Gaspar de Mendonça seria candidato a sucessão de Renan Filho ou ao Senado Federal, eu acreditaria. Mas Prefeito de Maceió, com a Prefeitura quebrada, pois é assim que Rui Palmeira entregará a Prefeitura de Maceió, cheia de débitos impagáveis e um monte de processos judiciais por parte dos servidores públicos, que durante os oito anos de Rui Palmeira, não tiveram seus direitos respeitados. SAIA DESSA GASPAR!

Comments are closed.