E se Alfredo Gaspar não for candidato do governo, como fica Renan Filho?
   17 de janeiro de 2020   │     23:42  │  0

Quem vai ser o candidato do grupo do governador à prefeitura de Maceió? No momento só um nome vem sendo apontado na mídia alagoana e nos bastidores – o do procurador Geral de Justiça de Alagoas, Alfredo Gaspar de Mendonça.

Nos últimos dias circulou a informação de que Gaspar poderia ir para o PSDB ou se aliar ao grupo do atual prefeito da capital, Rui Palmeira, que faz oposição a Renan Filho.

De fato, segundo fontes confiáveis ouvidas pelo blog Gaspar teve uma conversa com o senador Rodrigo Cunha, presidente do PSDB, conduzida por Tácio Melo, hoje um dos principais articuladores políticos de Rui Palmeira.

A conversa não evoluiu segundo diferentes versões porque Cunha mantém a decisão de marchar com João Henrique Caldas PSB).

Também surgem informações de que Gaspar pode ‘desistir’ de ser candidato.

De fato, a decisão a ser tomada não é simples. Tem muito mais do que uma carreira profissional em jogo.

Repito aqui a pergunta que tenho ouvido muito nos últimos dias, nos bastidores: quem será o candidato de Renan Filho se Gaspar não for o candidato do governo.

Na Bahia, o governador Ruy Costa (PT) vive esse drama hoje. No dia 30 de dezembro passado, o presidente do Esporte Clube Bahia, Guilherme Bellintani, que era o nome que ele tinha para enfrentar o candidato de ACM Neto desistiu da disputa.

Se Renan Filho tem plano B não se sabe. Mas o que se espera é o clima de indefinição em torno de Gaspar não perdure muito. Diante de tantas especulações o mais provável é que Gaspar, assim como estão fazendo os pré-candidatos, tome logo sua decisão.

Saiba mais

Bellintani desiste de candidatura a prefeito de Salvador e vai continuar no Bahia