Ou vai ou racha: PSDB de AL terá de escolher entre Rui Palmeira e João Henrique Caldas
   30 de janeiro de 2020   │     22:15  │  1

O PSDB de Alagoas (e nacional) está preste a tomar uma decisão impactante para o futuro do partido em todo o Estado – especialmente na capital.

O partido segue numa crise interna em torno da escolha de um nome para disputar a prefeitura de Maceió.

O prefeito Rui Palmeira (PSDB) quer lançar um candidato pelo seu partido.

O presidente do diretório estadual, senador Rodrigo Cunha, prefere uma aliança com João Henrique Caldas (PSB) – justo o único que Rui não admite qualquer tipo de composição.

Os dois conversaram, voltaram a conversar, conversaram mais uma vez e… sem consenso, Rui decidiu apelar para a direção nacional do PSDB e a resolução “CEN-PSDB n° 010/2019”, que determina o lançamento de candidatos próprios nas capitais.

A resolução (veja abaixo) já foi tema de postagem aqui no blog. É com ela que Rui conta para tentar evitar que seu partido apoie JHC, a quem ele trata como oposição.

A novidade agora é que ‘vazou’ uma carta enviada nesta quinta-feira, 30, á direção nacional do PSDB em que Rui Palmeira faz uma consulta formal sobre a ‘validade’ da tal resolução.

Veja trecho da carta:  “Registro que, no dia 17/12/2019, após rumores que o PSDB de Alagoas estaria firmando aliança com candidato de outro partido, me reuni com valoroso Senador Rodrigo Cunha, Presidente do Diretório Estadual, solicitando a observância da Resolução CEN-PSDB n° 010/2019…O estimado presidente estadual ficou de responder até o dia 31/01/2020. Diante desse cenário, solicito a Executiva Nacional do PSDB a garantia da execução da Resolução CEN-PSDB n° 010/2019, no prazo mais exíguo possível.”

O próximo passo

Não será uma escolha fácil para o PSDB. De um lado o prefeito de uma capital que pretende disputar o governo do Estado. Do outro, um senador com sete anos de mandato pela frente. Os dois, no entanto, precisam se entender. E logo. É isso ou o partido sairá arranhado.

O que se sabe, nos bastidores, é que esta seria a ‘cartada’ final de Rui Palmeira no seu partido. Sem a garantia de que o PSDB vai lançar um nome para sua sucessão, ele pode migrar para outra legenda. Para onde? Já ouvi por falar de Podemos e DEM. Mas essa é outra história.

Veja a carta na íntegra (confirmada como autêntica por interlocutores do prefeito): 

Valho-me do presente, na qualidade de filiado partidário desde 2009, tendo exercido os cargos eletivos de Deputado Estadual, Deputado Federal e Prefeito do Município de Maceió, para consultar à Executiva Nacional do PSDB se haverá indicação de candidato filiado do partido para disputar o cargo de Prefeito do Município de Maceió. 

Tal providência se faz necessária, considerando que, não obstante a Resolução CEN-PSDB n° 010/2019 prevê que nos Municípios com mais de 100 mil eleitores o PSDB deverá apresentar candidato a Prefeito, até o presente momento não houve um posicionamento do partido.
Registro que, no dia 17/12/2019, após rumores que o PSDB de Alagoas estaria firmando aliança com candidato de outro partido, me reuni com valoroso Senador Rodrigo Cunha, Presidente do Diretório Estadual, solicitando a observância da Resolução CEN-PSDB n° 010/2019.

Na ocasião, ponderei que, à vista dos bons índices de aprovação da minha administração, o caminho natural seria poder trabalhar para eleger meu sucessor dentro do meu partido. O estimado presidente estadual ficou de responder até o dia 31/01/2020. 

Diante desse cenário, solicito a Executiva Nacional do PSDB a garantia da execução da Resolução CEN-PSDB n° 010/2019, no prazo mais exíguo possível.

Brasília, 30 de janeiro 2020.
Rui Soares Palmeira
Prefeito de Maceió

Vale a pena ler de novo:

Recomendo a leitura destes textos que publiquei aqui sobre o ‘caso’:

Nem Rodrigo, nem Rui: quem decide se PSDB terá candidato ou não em Maceió é a nacional

“Prefiro JHC”, revela senador Rodrigo Cunha

 

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

Comments are closed.