PSDB está prestes a ‘perder’ seu principal reduto em Alagoas
   3 de fevereiro de 2020   │     20:15  │  2

Teotonio Vilela Filho foi governador de alagoas entre janeiro de 2007 e dezembro de 2015. Foi o período de maior protagonismo do PSDB na política alagoana – sem dúvidas.

Mesmo com a saída do tucano do Palácio dos Palmares, o partido seguiu como um dos mais fortes no estado, conseguindo eleger 17 prefeitos nas eleições de 2016.

“Atraídos” pelo MDB de Renan Filho ou em busca de novos projetos, os prefeitos foram deixando o PSDB, um após outro, Hoje são apenas 6 prefeitos tucanos.

Em contrapartida, a legenda conseguiu se manter à frente dos dois maiores colégios eleitorais alagoanos – Maceió e Arapiraca.

As diferenças de posição entre o presidente estadual do PSDB, senador Rodrigo Cunha, e o prefeito da capital, Rui Palmeira, podem levar o PSDB a perder seu mais importante ‘reduto’ em Alagoas.

Provavelmente o próximo prefeito de Maceió não será um tucano.

Enquanto Rui Palmeira quer lançar um candidato à sua sucessão pelo PSDB, o senador Rodrigo Cunha (que tem o controle partidário) prefere uma aliança com o deputado federal João Henrique Caldas (PSB).

“Insatisfeito” com os rumos do PSDB nas eleições em Maceió, tudo indica que Rui Palmeira poderá mudar de partido nos próximos dias.

Em outras palavras, se Rodrigo Cunha não mudar de ideia, o PSDB perderá seu principal reduto político em Alagoas – e desde já.

Estranhos no ninho

Não é só o prefeito Rui Palmeira que anda insatisfeito com o “estilo” de Rodrigo Cunha como presidente do PSDB nas articulações políticas e eleitorais em Maceió.

Os vereadores tucanos também andam reclamando – sem fazer segredo – dos rumos dados ao partido na capital.

O senador tem demonstrado preferência pela pré-candidatura a prefeito de um deputado de outro partido e não tem ouvido os vereadores sobre a formação da chapa proporcional. Insatisfeitos, alguns dos vereadores tucanos já avisaram que podem deixar o partido na janela que será aberta em março.

Mais uma perda (atualizando às 22h00)

De um importante interlocutor, com bom trânsito no município: “Faltou complementar. E pode perder a câmara de vereadores. Kelmann vai para onde Rui for”.

 

COMENTÁRIOS
2

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Tony

    As notícias politicas de Alagoas só me confirmam o que já sabia:
    “RUI PALMEIRA, RENAN FILHO E JHC CONTINUAM MAIS UNIDOS DO QUE NUNCA”.
    A farsa da discórdia politica entre “eles”, é mais uma jogada para continuarem no poder, independente de quem for o vencedor.
    Quem viver, verá!

  2. Roberto santos

    O Rodrigo Cunha meteu os pés pelas mãos, decepcionando a cada dia quem votou nele. Antes acompanhava a agenda de todos do PSDB na sua cavalgada rumo ao Senado. Entre uma pessoa do bem, Rui Palmeira, e um make, JHC, vai optar pelo segundo e cairá do cavalo duas vezes, na eleição de prefeito e na de pretendo governador. Eles se merecem!

Comments are closed.