O martelo batido em Maceió e a espera por Luciano em Arapiraca
   6 de fevereiro de 2020   │     15:59  │  2

O deputado federal Severino Pessoa (Republicanos) é do tipo que não tem meias palavras. Depois que bate o martelo não costuma voltar atrás. Conversei com o parlamentar, por aplicativo, na série do blog sobre as eleições de 2020.

E é no seu estilo que ele aponta os caminhos do seu partido em Alagoas nas eleições deste ano.

“Teremos candidatos a prefeito em todo o Estado, principalmente no agreste, sertão baixo São Francisco. Vai ter candidato em Penedo, em Igreja Nova, São Sebastião, Porto Real do Colégio, Campo Grande, Olho d’Água Grande, Feira grande e outras cidades… Mar Vermelho, Olivença. Vamos ter uma média de 20 a 25 candidaturas a prefeito em todo Estado de Alagoas”, aponta.

“Estamos trabalhando muito no agreste, sertão e no baixo são francisco em filiações, reconstruindo o Republicanos em Alagoas para ficar um partido com visibilidade no Estado”, adianta Pessoa.

Na capital, o partido não terá nome próprio para a majoritária, mas deve lançar uma chapa proporcional. Em Arapiraca, pode ter ou não candidato a prefeito.

Vamos por partes.

“Com relação ao partido na capital, estamos fazendo uma chapa proporcional para vereador. E a gente já tem uma aliança com o deputado e candidato a prefeito Davi Davino Filho (PP). Já foi prego batido e ponta virada, como diz o matuto”, aponta.

Até aí a estratégia está definida. Mas é em Arapiraca, base política do deputado que o caldo entorna.

Na capital do agreste, Severino Pessoa espera por uma definição do vice-governador Luciano Barbosa (MDB), atualmente no exercício do governo de Alagoas.

“Com relação a Arapiraca, já temos o compromisso. Se o Luciano Barbosa for candidato, a gente vai om Luciano na cabeça e Fabiana (Pessoa) como vice. Caso Luciano Barbosa não seja candidato a gente já não tem esse compromisso com o MDB local. Isso é uma questão local e não se reflete no restante do Estado, porque eu não faço parte do governo do Estado. Nós não tivemos esse entendimento. Não houve essa aproximação. Foi uma questão local”, aponta o deputado.

Se Luciano Barbosa não for para a disputa, quem deve ser candidata é Fabiana, avisa Severino. “O Luciano Barbosa nos procurou e externou a vontade dele ser prefeito e fez o convite da Fabiana ser a vice. Eu disse que se ele for o candidato a gente apoia. Caso não seja, a gente não tem esse compromisso e espera o apoio dele, que ele apoie a Fabiana como candidata a prefeita”, resume.

 

COMENTÁRIOS
2

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Nelson

    E o povo ??? Bem, o povo todas as eleições está lá… cabeça baixa, o rabinho entre as pernas, dócil como cordeirinhos famintos, elegendo e reelegendo políticos corruptos cada vez mais ricos e poderosos.
    Até quando essas mesmas pragas continuaram no poder, no luxo, na mordomia, e os cordeirinhos na sarjeta…. resumindo melhor….na merda !!!!

Comments are closed.