Com dois pés fora do PSDB, Rui Palmeira é convidado para comandar outro partido
   11 de fevereiro de 2020   │     22:42  │  1

O jogo da sucessão em Maceió voltou a ‘esquentar’ nos bastidores. Novos lances, com os mesmos personagens, mas com um desfecho pra lá de imprevisível.

O prefeito de Maceió Rui Palmeira estaria decidido a deixar o PSDB, dependendo da resposta que vier da direção nacional à carta que ele enviou ao presidente nacional do partido, Bruno Araújo.

O que ele quer? Que o partido lance um candidato à sua sucessão.

O senador Rodrigo Cunha, presidente do PSDB em Alagoas, segue com João Henrique Caldas (PSB).

Como já se sabe que a direção nacional vai dar aval para o que Rodrigo decidir, Rui estaria com os dois pés fora do partido.

O prefeito terá, pela frente, se deixar mesmo o PSDB como se especula, que escolher entre algumas opções.

Além do Podemos, teria o DEM. E, como já antecipei no blog, poderá ir para o PSL. Aliás, só não vai se não quiser.

Essa decisão será tomada, dizem interlocutores bem próximos do prefeito, até o carnaval.

O presidente estadual do PSL, Flávio Moreno, resolveu ‘apimentar’ a discussão e convidou Rui Palmeira, nesta terça-feira, 11, para ser se filiar o partido e assumir o comando do diretório da capital.

Se o convite for aceito , o prefeito comandaria as articulações para lançar um candidato à sua sucessão. Tudo que ele quer e o PSDB não dá.

Aceita?

A mesma pergunta foi feita por aplicativo a Palmeira e Moreno. Rui até o momento não respondeu. Mas Flávio está bem otimista.

“Tem tudo para aceitar. Depende dele, apenas. O PSL vem crescendo em todo Estado. Ele é um quadro político e um gestor, o PSL sob a presidência de Flávio Moreno e contatos tanto com Ministérios, o Planalto e Bancada Federal pode ajudá-lo na caminhada presente e futura, inclusive articulando melhorias para a cidade via o Governo Federal. Precisamos somar forças para o bem de Maceió e Alagoas. O prefeito é uma liderança, não é candidato em 2020, mas pode nos ajudar nesse processo de construção. Precisamos somar forças para o presente e futuro”, aponta Flávio Moreno.

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

Comments are closed.