Gaspar deixa MPE no próximo dia 5 e não se preocupa com ‘quarentena’
   1 de março de 2020   │     15:15  │  2

A Câmara dos Deputados deve colocar em votação a partir da próxima terça-feira o projeto de lei do deputado federal Fábio Trad (PSD-MS), que amplia a quarentena para integrantes de carreiras de Estado que pretendem disputar a eleição depois que deixarem seus cargos.

Se transformado em lei, o projeto vai impor a militares, juízes e promotores que queiram disputar cargos políticos cumprir uma quarentena de até seis anos antes do pleito.

Nos moldes da Lei da Ficha Limpa, a proposta valeria já para as eleições deste ano.

Mesmo considerando essa hipótese, o procurador Geral de Justiça Alfredo Gaspar de Mendonça (sem partido) vai deixar a carreira no Ministério Público Estadual para disputar a prefeitura de Maceió.

O PGJ consultou vários especialistas em direito eleitoral sobre a possibilidade de eventualmente ser afetado pela quarentena, caso ela seja ampliada.

A tese mais forte defendida por aliados de Gaspar é que quarentena teria de respeitar o critério de anualidade, não valendo portanto para as eleições deste ano.

Não é só. “Mesmo que a quarentena seja válida para as eleições deste ano, a lei não retroage para prejudicar. Antes da votação deste projeto de lei ou da sua sanção, Gaspar já terá deixado a carreira no MP”, aponta um amigo próximo do PGJ.

Tanto é que Gaspar já definiu a data para deixar o MP: “ele sai, como já anunciado, no próximo dia 5 de março”, avisa o amigo.

O próximo passo será a escolha de um partido, o que Gaspar deve fazer até o próximo dia 22 de deste mês.

Para onde ele vai? Entre as escolhas, tem MDB, PSC e PL. Este último, no momento, é o mais provável para Gaspar. Dirigentes do partido já foram sondados – entre eles o secretário de Estado Maurício Quintella e o deputado federal Sérgio Toledo – e aprovam a a filiação do PGJ. Idem para PSC e MDB.

Afastamento

Já o PSL de Flávio Moreno, que segue na oposição ao governador Renan Filho, está fora das possibilidades de filiação ou mesmo de apoio a Gaspar.

O partido havia feito um convite para filiação de Rui Palmeira, na expectativa de que o candidato apoiado pelo prefeito (Gaspar ou qualquer outro) fosse disputar contra um nome apoiado pelo Palácio dos Palmares.

Na condição atual, o PSL busca viabilizar um candidato próprio – que pode ser o Flávio Moreno – ou pode fechar aliança com um dos nomes de oposição ao governador Renan Filho. Mas essa é oura história.

Nova data (atualizando as 18h00)

Acabo de receber informação de que Gaspar vai sair do MP nesta segunda-feira, 2. Depois volto com mais detalhes.

COMENTÁRIOS
2

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Lyra

    A candidatura do procurador geral do Ministério Público Estadual, com o apoio do Governo do Estado e da Prefeitura de Maceió, deixa uma dúvida da atuação do Ministério Público Estadual nos casos envolvendo as administrações de Renan Filho e Rui Palmeira. Não foram poucas as denúncias de corrupção e que não tiveram, ainda, uma resposta definitiva do MPE. Não seria o caso de uma intervenção federal?

  2. Sandro Oliveira

    Não é o Gaspar que está buscando coligações ou apoios políticos, são as antigas aves de rapinas que não querem largar o osso. Existem dois tipos de políticos, o de profissão e os aventureiros.
    Os de profissão são os que querem de todo modo nunca deixar de mamar e desejam a todo custo passar o mandatos de pai para filho até mesmo mantê-lo em família como é o caso da política de cabresto das ALAGOAS.
    A de aventureiros são aquelas em que o político surge como o salvador da pátria, como o voto de repúdio e depois são picados pela mosca da corrupção, tirando do povo aquele voto de confiança como se não bastasse levando também além da esperança do povo o dinheiro da saúde, educação, etc.

Comments are closed.