Collor, Renan e Cunha: as propostas dos senadores de AL contra o coronavírus
   19 de março de 2020   │     23:50  │  1

Suspensão dos cortes de água e energia, incentivos para manutenção dos empregos e mudanças na distribuição de remédios para idosos. Os três senadores de Alagoas – Fernando Collor (PROS), Renan Calheiros (MDB) e Rodrigo Cunha (PSDB) – apresentaram nesta quinta-feira sugestões que podem ajudar a minimizar os efeitos da pandemia do coronavírus na vida dos alagoanos e dos brasileiros.

O senador Fernando Collor, por exemplo encaminhou, nesta quinta-feira (9), ofícios aos presidentes da Casal, Clecio Falcão, e da Equatorial, Humberto Soares Filho pedindo a suspensão dos cortes de fornecimento de água e energia aos usuários no Estado.

A justificativa da medida se dá diante da crise sanitária que atinge o Brasil e o mundo com a pandemia do novo coronavírus.

“Com tantas pessoas a permanecer em suas residências, a suspensão dos cortes do fornecimento de energia elétrica e água constitui medida humanitária de grande alcance social. Em momentos de crise, é dever de todos, governo e setor privado, oferecer sua solidariedade para com os brasileiros, especialmente as camadas menos favorecidas da sociedade”, argumenta Collor.

Renan Calheiros defende que o governo federal adote medidas econômicas para o enfrentamento da crise, a exemplo dos Estados Unidos e França, que adotaram, entre outras iniciativas, o corte de juros, incetivos a empresas e até o corte de cobranças de água e gás.

Renan Calheiros que já havia defendido linhas de crédito “para as empresas honrarem os salários”, usou sua conta no Twitter nesta quinta-feira para defender um aumento de gastos da União no combate aos efeitos do coronavírus.

“Contra a recessão, EUA gasta 6% do PIB. Façamos igual, apesar da qualidade dos chefes de poder. O Executivo minimizou o vírus e incendeia a relação com a China. O Legislativo queria sequestrar R$ 20 bi do orçamento. Despreparados para rotinas e para crises.”, diz o senador no Twitter.

O senador Rodrigo Cunha anunciou que enviou ao governo federal e as empresas uma série de sugestões de ações que podem ajudar na superar essa crise.

“Aos planos de saúde, que trabalhem em conjunto com o SUS para ampliar nossa rede de atendimento. Ao governo propusemos que idosos e pacientes com doenças crônicas possam retirar nas farmácias populares medicamentos que durem por mais tempo, evitando exposição desnecessária”, disse o senador nas suas redes sociais.

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

Comments are closed.