“Impossível ser vice de JHC”, diz pré-candidato a prefeito de Maceió
   19 de março de 2020   │     15:31  │  0

Presidente do PDT em Alagoas, o ex-governador e pré-candidato a prefeito de Maceió vem trabalhando para seguir a orientação nacional do PDT e do PSB que é unir os partidos nas disputas de prefeituras de capitais – como já registrei aqui.

Nos bastidores, Lessa que aparece – dependendo do levantamento – em segundo ou terceiro na preferência do eleitor de Maceió vinha sendo apontado com um possível vice de JHC em caso de formalização da aliança. Vinha.

Em entrevista ao jornalista Berg Morais, publicada num site local, Ronaldo Lessa descartou a composição com o deputado federal JHC (PSB) na condição de vice.

O presidente do PDT sinalizou que será candidato a prefeito e disse que avalia a disputa na capital sendo decidida no segundo turno.

“São duas máquinas muito poderosas que não se pode superar. Por outro lado, isso dá uma reação popular, sobretudo numa capital. Maceió não é uma cidade de botar cabresto”, disse, lembrando a eleição de 1992, ano em que foi eleito prefeito.

Veja algumas declarações de Lessa na entrevista:

“Nas pesquisas que tivemos acesso, estamos bem situados. Então é muito difícil você juntar duas pessoas com chances de vitória. O fato de JHC está na frente [nas pesquisas] e o Alfredo ter apoio do governador e do prefeito, não significa que a eleição está decidida”.

“Pode ser que seja necessário para levar a campanha para o segundo turno que essa aliança não aconteça. Tanto eu como JHC temos possibilidade de disputar a eleição no segundo turno. É importante fazermos existir o segundo turno nesse processo”.

– “No desenrolar da campanha, teremos a oportunidade de mostrar que temos propostas efetivas e capazes de ganhar a confiança do eleitorado”.

– “Já ocupei diversos cargos públicos, tenho a experiência e o preparo para voltar à prefeitura. Além disso, tenho uma mente jovem, sempre aberta e com uma grande visão”, concluiu.