Vereadores de Maceió devem se reagrupar em 7 partidos
   23 de março de 2020   │     23:01  │  3

Com o prazo das filiações partidárias mantido para 4 de abril – apesar da crescente pressão para o adiamento das eleições municipais deste ano – os vereadores atualmente com mandato em Maceió devem se reagrupar em 7 partidos, dependendo das negociações.

As articulações, agora, seguem à distância – com muito pouco ou nenhum contato presencial.

De acordo com as últimas informações de bastidores, os parlamentares municipais devem se dividir entre DEM, MDB, Podemos, PP, PSB, PSD e PV.

Pelo que ouvi, de diferentes fontes, se o prazo terminasse agora a situação partidária na Câmara de Vereadores de Maceió ficariam assim:

DEM – Aparecida de Luiz Pedro permaneceria no partido, que receberia como novo filiado Samyr Malta

MDB – Antônio Holanda, Galba Novais e Ronaldo Luz, permaneceriam no partido, que receberia como novos filiados Ana Hora, Chico Filho, Ib Breda e Lobão.

Podemos – Luciano Marinho pode permanecer no partido, que receberia como novos filiados Beto da Farmácia, Eduardo Canuto,  Kelmann Vieira e Simone Andrade .

PP – Davi Davino e Fátima Santiago permaneceriam no partido

PSB – Recebeu a filiação de Chico Salles

PSD – Receberia filiação de Cleber Costa e Zé Márcio.

PV – Mauro Guedes permanece no partido.

Sirderlane Mendonça estaria entre PSD e PSB.

As informações, repito, são de bastidores. E tudo pode mudar. As conversas continuam. E, me disse um conhecido articulador político, “poderemos ter muitas surpresas” até 4 de abril. É esperar e conferir.

COMENTÁRIOS
3

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

Comments are closed.