Arsal autoriza transporte intermunicipal em ‘casos essenciais’ e mantém atendimento on line
   25 de março de 2020   │     18:14  │  0

A Agência Reguladora de Serviços Públicos de Alagoas (Arsal) realiza, desde segunda-feira, 23, fiscalização nas principais vias de acesso a Maceió e Arapiraca para coibir descumprimento do Decreto Estadual nº 69.541, publicado na última sexta-feira (20).

O objetivo é coibir a o transporte rodoviário intermunicipal de passageiros, regular ou complementar, e serviços de receptivo suspensos pelo Decreto de Situação de Emergência.

A fiscalização conta com o apoio de equipes do BPTran, BPRv e SMTT. Entre as irregularidades, , foram apreendidos vários táxis que tentavam fazer o transporte irregular de passageiros para Maceió.

O presidente da Arsal, Ronaldo Medeiros, explica que a determinação em caráter excepcional vale por dez dias e pode ser prorrogada ao final desse período e explica que o transporte intermunicipal está sendo permitido em casos especiais.

“Nós estamos liberando o transporte de pessoas que precisam trabalhar. Já autorizamos o transporte de vans para o polo de Maceió para Marechal Deodoro ou de pessoas vindas do interior que vão trabalhar em farmácias, supermercados ou hospitais”, aponta o presidente da Arsal.

Segundo Medeiros, existem muitos médicos e enfermeiros que moram em cidades próximas a Maceió e precisam se deslocar até a capital para trabalhar: “são casos excepcionais. A gente pede que essas pessoas se identifiquem e o acesso é liberado. Além disso, algumas empresas tem entrado em contato com a Arsal para cadastrar vans ou pessoas que precisam fazer o deslocamento entre municípios. A maioria dos casos se concentra em Maceió e Arapiraca”, pondera.

Atendimento on line

Medeiros explica que o atendimento da Arsal será feito, durante o período do decreto, de forma on line. “Agora qualquer pessoa abrir processo por meio do WhatsApp. Todo atendimento está sendo realizado online. Estamos fazendo de tudo para que as pessoas fiquem em casa”, aponta.

“É simples, qualquer pessoa pode abrir todo tipo de processo a exemplo de: alteração de cadastro, transferência de linha e renovação pessoa física fretamento, entre tantos outros”, afirma, acrescentando que “se faz necessário enviar foto do requerimento assinado (disponível no site da Arsal), além de foto da documentação solicitada e do comprovante de pagamento”.

Serviço

Às fiscalizações das áreas reguladas pela agência seguem normalmente, mas o atendimento presencial está suspenso em função das medidas contra o novo coronavírus

Os meios para contato com a Agência são:

Site: www.arsal.al.gov.br/

Ouvidoria: 0800 284 0429 e WhatsApp (82) 98833-9430 para denúncias, críticas e elogios;

Arsal Online: (ligação e WhatsApp): (82) 98882-9707 e 988846921 para solicitação de boletos, guia de pagamentos, taxa e acompanhamento de processos;

Transporte: (ligação e WhatsApp): (82) 98833-9109;

Presidência: (82) 3315-2500.