“Se Bolsonaro continuar a cometer erros, não há centrão que salve o pescoço dele”
   22 de maio de 2020   │     11:27  │  8

Em entrevista exclusiva à CNN Brasil nessa quinta-feira (21), a noite, o senador Renan Calheiros (MDB-AL) classificou de “tardia e desesperada” a aproximação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) com os partidos de centro – o chamado Centrão, do qual o próprio MDB também faz parte.

Para Renan, a aproximação justamente em um momento de crise no governo.

Durante a entrevista, Renan Calheiros avaliou que o presidente Bolsonaro “faz um governo errático, tem cometido vários erros e essa procura desesperada no momento em que a circunstância se agrava por uma aliança no Congresso Nacional, pela realização dos canais da política, eu acho que é uma coisa tardia, porque qualquer aliança, necessariamente, precisa acontecer em torno de propósito, de objetivos e não meramente de cargos”, afirmou.

Renan Calheiros avalia que se o presidente mantiver a a aposta no isolamento, não conseguirá terminar o mandato: “eu acho que se o Bolsonaro continuar a cometer erros, não há centrão que consiga livrar o pescoço dele, porque a situação tem se complicado, a pandemia tem se revelado muito grave, parece crescer em proporção geométrica. Nós precisamos fazer alguma coisa e o Presidente da República não pode de forma nenhuma significar um entrave a qualquer solução”, apontou.

Apesar do tom crítico, o senador reconheceu que Bolsonaro acertou ao promover a reunião com os governadores, nessa quinta-feira.

“Acho que hoje (ontem) foi um grande dia, porque o que se espera de um presidente da república é que ele tenha gestos no sentido de construir uma convergência pelo que ele significa. Bolsonaro teve 57 milhões de votos, se elegeu para ser presidente da república, mas ele imagina que foi indicado para o Olimpo e isso não pode continuar acontecer. É preciso ter prudência, é preciso ter muita racionalidade mas é preciso manter as instituições na delimitação da democracia e é isso que os outros poderes estão tentando fazer, sobretudo Supremo Tribunal Federal”.

Ainda na CNN, Renan disse que o presidente não pode ser um entrave para a situação. “O exterior faz uma gozação do governo, a imprensa também, o presidente tem se isolado. Ele o mais rapidamente possível precisa fazer uma auto crítica. No Brasil, nós temos a crise sanitária, econômica e social, e temos uma inútil crise política”, acrescentou o senador.

Veja aqui a entrevista, na íntegra

‘Aliança tardia’, diz Renan Calheiros sobre aproximação de Bolsonaro e centrão

 

COMENTÁRIOS
8

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Julius Robert Hoppenheimer

    Se governadores e juízes ditadores e comunolarápios forem condenados à prisão, O POVO INTEIRO irá às ruas ajudar a prendê-los.

    É ou não é, Divaldo, o São João está chegando…

    2000% BOLSONARO!!!
    👉🇧🇷👉🇧🇷👉🇧🇷👉🇧🇷👉🙏

  2. Há Lagoas

    Convenhamos, o desespero neste caso, é do senador, contrário a aproximação do atual presidente com Arthur Lira. O resto, é apenas chilique de uma velha raposa que perdeu suas presas.

  3. Nelson

    O erro do Bolsonaro até agora, foi não ter decretado um novo AI-5 ter fechado aquele Congressinho de merda…e já ter colocado na cadeia políticos como Renan, Maia, Alcolumbre, e seus semelhantes.
    Esse tá sendo o grande erro do Bolsonaro, que aí sim…pode custar o seu pescoço.

  4. wellinton

    acredito que o maior erro do Bolsonaro é não permitir a corrupção, dando dinheiro ao bandidos políticos que sempre mamaram nas tetas da politica brasileira, quem é Renam para cobrar nada do Jb, que exemplo bom tem ele para apresentar?, tenho nojo dos nossos representantes e agora tbm da imprensa com sua parcialidade.

  5. Antonio Carlos

    Todo mundo sabe quem é esse Renan. Figura desmoralizada dentro de Alagoas e, principalmente em todo o Brasil. Não pode circular em nenhuma parte do Brasil que é logo xingado pela população. Dando opinião sobre o presidente Bolsonaro. Que moral ele tem pra isso. A imprensa e os políticos, todos deturpando as falas do presidente com o objetivo de desestabilizar nosso país. Todos trabalhando contra e praticando o desserviço contra nossa nação. Edvaldo pergunta a ele se ele anda sozinho nas ruas ou nos aeroportos.

  6. Roberto Barbosa

    E o que o senador falou sobre os desvios de recursos da pandemia, que praticamente todos os governadores são acusados?

Comments are closed.