Aneel autoriza aumento na conta de energia a partir desta quarta em AL
   30 de junho de 2020   │     22:56  │  1

A partir desta quarta-feira (1), a conta de energia fica mais cara para mais de 1,1 milhão de unidades consumidoras de Alagoas. O aumento médio será de quase 10%.

A diretoria da  Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou, no dia 28 de abril passado, os índices da Revisão Tarifária Extraordinária (RTE) da Equatorial Alagoas Distribuidora de Energia S.A.

A aplicação das novas tarifas foi adiada.  “Em virtude do atual cenário de pandemia da Covid-19, e, conforme solicitação da empresa, a ANEEL suspendeu a aplicação da revisão. As novas tarifas entrarão em vigor somente a partir do dia 1º de julho de 2020”, disse a Aneel em nota à época.

O reajuste aprovada pela Aneel tem percentuais diferenciados. Para categoria “Consumidores residenciais – B1” a variação será de 8,96%. Na “Classe de Consumo – Consumidores cativos Baixa tensão” o reajuste será em média de 9,16% e para “Alta tensão (indústrias)” em média 11,68%

De acordo com o comunicado da Aneel, o “Efeito Médio” do reajustes tarifário para o consumidor da Equatorial Alagoas será de 9,85%. Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica, “a Revisão Tarifária Extraordinária da distribuidora foi objeto de consulta pública conduzida pela ANEEL entre os dias 5 de fevereiro e 20 de março de 2020. Os fatores que mais impactaram a revisão foram os custos das atividades de distribuição e transmissão de energia.”

Aplicando

Em nota a assessoria de imprensa da Equatorial Alagoas, que já havia pedido a prorrogação dos novos valores em função da pandemia, confirmou que a empresa vai implantar o reajuste tarifário autorizado pela Aneel a partir desta quarta-feira.

Nota de esclarecimento: Revisão Tarifária Extraordinária

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) concluiu o processo de Revisão Tarifária Extraordinária (RTE) para Alagoas, no dia 28 de abril de 2020, no qual reavaliou o equilíbrio financeiro e econômico da concessão, de forma a reconhecer os avanços na infraestrutura disponíveis para a prestação do serviço.

A RTE é um dispositivo que já estava previsto no leilão da desestatização e no novo contrato de concessão, assinado em 2019. Em Alagoas, a última revisão periódica ocorreu em 2013, e a seguinte estava prevista para 2017, mas não aconteceu, pois, o contrato de concessão anterior, que previa revisões a cada quatro anos, venceu em 2016, e não foi prorrogado pela Eletrobras.

A nova tarifa estava prevista para entrar em vigor em 03 de maio, entretanto, devido ao cenário da pandemia, a Aneel postergou a aplicação do reajuste para 01 de julho. O efeito médio previsto para os consumidores, em função dessa revisão tarifária, é de 9,85%. A RTE substitui o reajuste tarifário anual para os alagoanos, e com isso não haverá outra correção de tarifa em 2020.

Assessoria de Imprensa da Equatorial Energia Alagoas”

 

COMENTÁRIOS
1

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Interiorano

    Ôxi, mais muita gente não era a favor da venda da CEAL/ELETROBRÁS! Aguardem os a favores da venda da CASAL! Depois, não reclamem dos aumentos das contas (água + esgoto)! E principalmente, numa época em que a Economia Mundial, Brasileira, Alagoana estão quebradas e ficarão, assim como a população, por no mínimo, uns 02 (dois) anos!

Comments are closed.