Maceió tem agora 12 pré-candidatos a prefeito: quantos chegam a 15 de novembro?
   1 de agosto de 2020   │     23:08  │  2

Contrariando a lógica, o número de pré-candidatos a prefeito de Maceió cresceu nesse período em que os partidos já preparam a suas convenções. O que se esperava, nesta fase, era o contrário.

Em janeiro eram 10 nomes na disputa. Agora são 12. Na avaliação de articuladores e analistas, nem todos vão chegar a 15 de novembro, nova data das eleições municipais deste ano.

A maioria aposta num afunilamento, para algo entre 6 e 8 nomes na disputa. No cenário de hoje, no entanto, o mais provável é que fiquem de 8 a 10 candidatos a prefeito.

Confira a lista

Entre os nomes já confirmados como pré-candidatos a prefeito de Maceió estão (aqui em ordem alfabética):

-Alfredo Gaspar de Mendonça (MDB)

– Basile Christopoulos (PSOL)

-Cícero Almeida (PSDC)

-Cícero Filho (PCdoB)

-Corintho Campelo (PMN)

-Davi Davino Filho (PP)

-JHC (PSB)

– Josan Leite (Patriota)

-Lenilda Luna (UP)

-Ricardo Barbosa (PT)

-Ricardo Santa Ritta (Avante)

-Ronaldo Lessa (PDT).

O que pode mudar?

Algumas candidaturas estão consolidadas e vão até o final com chances de chegar ao segundo turno. É o caso de Gaspar, Davi, JHC e Lessa.

Entre os nomes ainda no campo da dúvida estão os dois Cíceros, podendo ficar um ou nenhum na disputa. Almeida continua imprevisível. Enquanto isso, o PT trabalha para consolidar uma frente de esquerda, que pode contar com o PCdoB. Confirmada a estratégia, PT e PSOL se uniriam em torno de um nome – provavelmente Ricardo Barbosa.

Josan, Lenilda, Santa Ritta e Corintho Campelo dão sinais de que levarão a disputa até o fim, tenham ou não chances de vitória.

Dá para ter debate?

Pela regra do TSE, emissoras que promoverem debate eleitoral devem convidar obrigatoriamente os os candidatos de partidos que tenham no mínimo 5 representantes no Congresso Nacional.

Se as eleições fossem hoje e todos os 12 fossem candidatos, pelo menos 9 participariam obrigatoriamente dos debates. Um número tão alto de concorrentes dificulta a realização de debates e pode levar as emissoras a cancelar esse tipo de evento – que é tão apreciado pelos eleitores.

COMENTÁRIOS
2

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. Tony

    Essa eleição terá um número pequeno de candidatos reais na disputa à vaga de prefeito de Maceió para os próximos quatro anos. Os que realmente disputarão a eleição com chances de vitória são: ALFREDO GASPAR, JHC, DAVI DAVINO E RONALDO LESSA. Se Alfredo Gaspar ou Ronaldo Lessa não for candidato, CÍCERO ALMEIDA entra também na relação. Os demais são candidatos sem expressão politica e que nem pra vereador conseguiriam votos suficientes para se elegerem. Essa é a minha opinião

    Reply
  2. Interiorano

    As vezes, eu fico me perguntando : Por quê em época de eleições, aparecem tantos candidatos a uma vaga de Prefeito, como agora? Será que cada um, não têm propostas iguais a de outros? Ou será que cada um, têm propostas distintas dos outros? E o interessante as vezes, é que no meio do mandato, o elegido muda de partido! Então, isto quer dizer que suas reais propostas são as que estavam sendo mostradas pelo candidato do outro partido? Se assim o for, ele enganou a população! Vá entender!

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *